Agro brasileiro pode perder US$ 10 bilhões com acordo China-EUA

bandeiras china eua 23 11 19

O fim da guerra comercial entre a China e os Estados Unidos pode ter reflexos negativos para o agronegócio brasileiro. A estimativa é que as exportações do setor, principalmente de soja, algodão e carnes, recuem US$ 10 bilhões, calcula o Insper, segundo a Folha de S.Paulo.  

“Em um cenário de fim da guerra comercial entre China e Estados Unidos, num primeiro momento, as exportações brasileiras para o país asiático podem recuar US$ 10 bilhões, segundo projeção feitas pelo Insper. O montante equivale a 28% das vendas do agronegócio brasileiro para os chineses”, informa o jornal.

Ainda de acordo com a Folha de S.Paulo, o impacto é calculado a partir do que os produtos agrícolas do Brasil perderiam se a China viesse a cumprir as medidas que foram anunciadas pelo governo americano na semana passada. Uma delas, observa o jornal, estabelece que os chineses devem elevar a importação do agronegócio americano.

A Folha de S.Paulo assinala ainda que o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, disse que os chineses se comprometeram a incrementar o volume de importação em produtos agrícolas dos americanos em US$ 32 bilhões nos próximos dois anos.

“Esse acréscimo ocorreria sobre uma base de US$ 24 bilhões – que equivale ao total de produtos agrícolas exportado pelos americanos em 2017, antes de guerra comercial”, sublinha o jornal.

Para cumprir essa parte do acordo, os chineses teriam que comprar entre US$ 50 bilhões e US$ 60 bilhões do agronegócio dos EUA em dois anos – valores que, mesmo se analisados anualmente, estão muito distantes dos US$ 13,2 bilhões exportados em 2018 pelos americanos aos asiáticos, acrescenta a reportagem da Folha de S.Paulo.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: