Cultivo de cogumelos, mercado em expansão no Distrito Federal

cogumelo claudia bezerra embrapa
Foto: Cláudio Bezerra/Embrapa

O mercado de cogumelos no Distrito Federal está em expansão, tanto por causa do interesse dos consumidores quanto dos agricultores. Por isso, a Emater-DF está organizando os produtores em um grupo que se reúne uma vez por mês para trocar informações, conhecimentos e experiências. 

“Nosso objetivo é fortalecer a cadeia de fungicultura no Distrito Federal, levantar as informações da produção e entender quais são as dificuldades que afetam a expansão da atividade para apoiar os produtores da melhor forma possível”, explica a engenheira agrônoma Maíra Andrade.

A extensionista da Emater-DF acrescenta que a organização pode evoluir para uma cooperativa. “Assim, incentivamos o associativismo como forma de fortalecer os produtores, para que possam enfrentar o mercado.”

Orgânicos

Em uma chácara de 2 hectares no núcleo rural Lago Oeste (região administrativa de Sobradinho), Gilsergio Santos produz, todo mês, 800 quilos de cogumelos do tipo champingon e 800 quilos de shimeji — ambos em sistemas orgânicos (sem insumos químicos).

A produção é toda vendida em feiras orgânicas, restaurantes e para clientes particulares. A atividade conta com o apoio da Emater-DF.  “Trabalhar com cogumelos não é fácil. Especialmente a compostagem, que é a ‘alimentação’ do fungo: é necessário ter maquinário adequado, áreas de descontaminação e estrutura para colonização”, explica Gilsergio.

gilsergio santos produtoer de cogumelos emater df
Gilsergio Santos produz cogumelo em uma área de 2 hectares – Foto: Emater-DF/Divulgação

Antes de começar, ele participou de vários cursos e capacitações. “O aprendizado é fundamental pela quantidade de detalhes que a produção exige”, enfatiza.

Gilsergio vê com bons olhos a criação de uma cooperativa. “É uma forma de diminuir os custos de produção. Assim, todos ganham”, vislumbra. Além do associativismo, o apoio da Emater-DF ocorreu na construção de estufas e obtenção de crédito, além de orientações sobre o cultivo sem insumos químicos.

“Desde o início, quisemos cultivar de forma a preservar a nossa saúde, a dos trabalhadores e consumidores. Produzir orgânicos não é apenas uma técnica; é uma forma de vida”, encerra.

Com sete funcionários e sete parentes envolvidos, a produção de Santos é considerada familiar. Ele pretende dobrar o volume cultivado a partir de 2020. “Brasília é um grande centro consumidor, além de ter um aeroporto internacional, o que abre a possibilidade de exportação”, assinala o produtor.

Propriedades

Cada espécie tem suas particularidades, mas em geral, os cogumelos são ricos em proteínas, carboidratos, gorduras boas, fibras, sais minerais (potássio, ferro, fósforo e sódio) e vitaminas A, B e C.

Algumas espécies possuem beta-glicanas — uma substância antitumoral e antiviral. Por serem uma boa fonte de proteínas, os cogumelos são uma excelente opção alimentar para vegetarianos e veganos. Além da alimentação, os fungos são muito usados também na indústria farmacêutica e em cosméticos.

Segundo a Embrapa, os cogumelos são alimentos muito nutritivos – com quantidade de proteínas superior à da carne – de 28 a 34% contra 14% da carne – e acima de alguns vegetais e frutas, ricos em vitaminas e carboidratos e com baixo teor de gordura.

Da Agência Brasília, com Emater-DF e Embrapa

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta