BA: Agro Rosário, em Correntina, apresenta tecnologias e inovações  

agro rosaro foto atual
Foto: Agro Rosário/Divulgação

Começou nesta sexta-feira 13 a Agro Rosário, em Rosário, distrito do município baiano de Correntina, na divisa com Goiás, na região do Matopiba (MA, TO, PI e BA), nova fronteira agrícola do país. Nestes três dias, os produtores locais, técnicos agrícolas, veterinários, zootecnistas e demais visitantes poderão conhecer as novidades do setor de máquinas e implementos e assistir a demonstrações tecnológicas e palestras. A feira vai até domingo 15.

De acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de grãos nos quatro estados do Matopiba, na safra 2019/2020, é estimada em 22,4 milhões de toneladas, numa área plantada de 7,8 milhões de hectares. A região produz soja, milho e algodão e tem uma pecuária moderna. O distrito de Rosário, que tem investido em inovação e tecnologia nos últimos anos, tem se destacado como principal polo agrícola de Correntina.

Uma das principais culturas da região é o milho segunda safra. Híbridos com tecnologia empregada, adaptados ao Cerrado e aptos a obter novos patamares em produtividade, serão apresentados na edição 2020 da Agro Rosário. Entre os destaques, estão as variedades precoces MG593, com ampla adaptação a condições de solo e clima; MG515; e MG545, que tem despertado o interesse no mercado pela qualidade de grão; além do MG711.

“Tecnificada, profissionalizada e com áreas de alto potencial produtivo, a região tem condições de dar um salto significativo para atender a demanda interna e externa nos próximos anos. Os investimentos em melhoramento genético, tecnologia e agricultura de precisão vêm apoiar o produtor em seu planejamento e tomada de decisão”, diz Gabriela Bordini, gerente de desenvolvimento de mercado da Morgan, uma das empresas que participam da Agro Rosário.

Os materiais apresentados no evento estão disponíveis com a biotecnologia PowerCore™ Ultra, que possui ação quádrupla das proteínas inseticidas reduzindo a chance de resistência simultânea e auxiliando no manejo das principais pragas que atacam a cultura do milho, como a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), lagarta-elasmo (Elasmopalpus lignosellus), broca-do-colmo (Diatraea saccharalis), lagarta-rosca (Agrotis ipsilon), lagarta-da-espiga (Helicoverpa zea) e lagarta-preta-das-folhas (Spodoptera cosmioides).

Outras duas proteínas conferem tolerância aos herbicidas glifosato e glufosinato de amônio, o que proporciona controle de um amplo espectro de plantas daninhas e permite que a lavoura expresse seu máximo potencial produtivo, simplificando e reduzindo custos de manejo. A tecnologia tem a aprovação da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio).

A Agro Rosário promovida pela J&H Sementes, com apoio da RS Eventos.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta