Novas regras para exportação a países árabes

halal oficias 2019 chaiboun darwiche
Chaiboun Darwiche: SIIl Halal já está certificada – Foto: Divulgação

Armazéns e câmaras frias nacionais que estocam produtos para os países do Golfo deverão ter a habilitação de certificação halal. Essa determinação passará a ser exigida a partir de maio deste ano para diferenciar produtos destinados a esses países.

Segundo o CEO da SIIl Halal, Chaiboun Darwiche, a sua certificadora já está habilitada para atender a categoria exigida pelos países do Golfo que garante a certificação de armazéns e câmaras frias. “Estamos aptos para dar toda assessoria e habilitados para atender e certificar essas empresas. Ela atesta que os produtos abatidos pelo sistema Halal sejam estocados de forma diferenciada como determina a regras para atender estes mercados. A partir de agora não poderá haver estocagem cruzada de produtos Halal e não Halal”, informa.

O executivo lembra que em 2019 os 22 países árabes que exigem a certificação Halal compraram 43,9 mil toneladas entre carne de frango e bovina do Brasil totalizando US$ 12,19 milhões.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta