Coronavírus: Bolsonaro nega problema com a China, mas não pede desculpa

bolsonaro ana carolina antunes pr
Foto: Carolina Antunes/PR

Da Reuters

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira 20 que não existe qualquer problema no relacionamento do Brasil com a China, apesar da polêmica criada por um dos seus filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) com o embaixador chinês em Brasília, Yang Wanming. Bolsonaro informou ainda que entrará em contato com o governo chinês para buscar equipamentos para enfrentar o novo coronavírus (Covid-19).

“Não há nenhum problema com a China. Se tiver que ligar para presidente da China, ligo sem problema nenhum”, disse Bolsonaro a jornalistas em entrevista na saída do Palácio da Alvorada, acrescentado que o país asiático está com “material excedente” diante do recuo da doença nas últimas semanas.

Na quarta-feira 18, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) responsabilizou o país asiático pela pandemia do novo coronavírus. A Embaixada da China no Brasil reagiu e cobrou um pedido de desculpas do governo brasileiro.

“Eu cometi algum crime? Eu fiz alguma acusação a alguém? Por que você pede desculpas então?”, reagiu a jornalistas o presidente Bolsonaro, ao descartar uma retração do governo brasileiro.

Bolsonaro também atenuou a acusação feita por filho Eduardo, argumentando que “era a manifestação de um parlamentar”. O presidente lembrou ainda que “escuta falar há dois meses que o vírus nasceu na China”.

A China é o principal parceiro comercial do Brasil. O país é maior compradores de produtos agropecuários brasileiro, como soja e carnes bovina, suína e de frango. Representantes do agro ficaram preocupados com o atrito criado por Eduardo Bolsonaro e temem que isso pode ter reflexo nas relações comerciais entre os dois países.

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta