Editorial: Ficar em casa, um gesto de solidariedade

arte coronavirus carla

Nunca a coletividade dependeu tanto de atitudes individuais como agora. Não sair de casa neste momento de disseminação do novo coronavírus (Covid-19) não representa apenas cuidar de si. É também um gesto humanitário com os demais no enfrentamento à pandemia. O isolamento social, como orientam as autoridades sanitárias, é um imenso mutirão pela saúde pública do planeta. Sejamos solidários!

A reclusão individual é, igualmente, uma forma de garantir condições de trabalho às áreas essenciais à sociedade e que não podem parar, como a saúde, o transporte, a segurança pública, a assistência social, a defesa nacional e civil, a agropecuária, a agroindústria e o comércio de alimentos e medicamentos. Sem ruas lotadas e aglomerações, esses setores seguirão produzindo com risco reduzido à saúde de seus profissionais.

O momento não é de pânico nem de destemor. É de sensatez, de bom senso. Sair de casa, só em caso de urgência. No mais, é seguir as recomendações do Ministério da Saúde (clique aqui para ver) e procurar se manter informado por meio de fontes confiáveis. Para escapar do tédio, assista à TV, ouça rádio, leia, brinque com os filhos, telefone para os amigos. Ah, e se houver disposição, contemple a paisagem da janela.

Por isso, o AGROemDIA reforça o apelo das autoridades sanitárias: Fiquem em casa. É um gesto solidário.

João Carlos Rodrigues//AGROemDIA

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta