Com efetivações pontuais, preços do algodão caem no final março

algodao rolos amarelos abapa amipa
Foto: Abapa/Amipa/Divulgação

Diante do receio de agentes de mercado consultados pelo Cepea de que as medidas adotadas por governos para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19) possam dificultar a logística nacional, muitas indústrias têxteis foram interrompendo suas atividades no final de março, exceto as que fornecem produtos hospitalares.

Com o fechamento de lojas físicas de produtos não essenciais em diversas cidades, incluindo os shoppings, as demandas por fios e pelo algodão diminuíram significativamente.

Do lado comprador, as indústrias consultadas pelo Cepea, que ainda estão operando, trabalham com a matéria-prima estocada – muitas reduziram o ritmo de produção.

A maioria dos agentes segue adiando o recebimento, solicitando aumento no prazo de pagamento, ou até mesmo cancelando os pedidos. Dos poucos vendedores ativos, parte se manteve firme nos valores pedidos.

Neste cenário, as efetivações foram pontuais, especialmente na segunda quinzena de março. Entre 24 e 31 de março, o Indicador do algodão em pluma CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, recuou 2,38%, fechando a R$ 2,8414/lp na terça-feira, 31. No acumulado de março, a queda é de 2,88%.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta