Covid-19: Maçonaria não abandona os seus ao relento. Mandetta é um deles

mandetta maçons
Ministro Mandetta (3º da esq. para dir) entre irmãos maçons de Campo Grande – Foto: WhatsApp

Da redação//AGROemDIA

Ao expor a briga com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, por causa de sua posição em defesa do isolamento social no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o presidente Jair Bolsolaro pode estar abrindo nova frente de desgaste: a Maçonaria, um dos mais fortes pilares da sociedade civil na República brasileira. Mandetta é maçom ativo da Grande Oriente de Campo Grande (MS) e também já foi da Amem (Associação de Médicos Maçons). É irmão, portanto, do vice-presidente Hamilton Mourão, também maçom atuante.

Já há entre alguns maçons um certo desconforto com as atitudes pouco elegantes de Bolsonaro em relação a Mandetta, que tem se pautado pelas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da comunidade científica para delinear as diretrizes de saúde pública na prevenção ao novo coronavírus, na qual o isolamento social é considerado uma das medidas mais eficazes.

Graças à firmeza com que age baseado na ciência, sem permitir que interesses econômicos se sobreponham à preservação da vida, Mandetta ganhou respeito e simpatia entre a população brasileira, inclusive entre os seguidores menos extremistas do presidente, que é contra o isolamento social.

Em suas entrevistas à imprensa, o ministro Mandetta, vez por outra, deixa escapar algumas expressões que só são usadas em sessões de lojas maçons, o que reforça sua ligação com a irmandade.

Atordoado pelo volume cada vez mais alto e frequente dos panelaços que contestam seu governo país afora e enciumado com o crescimento do prestígio popular de Madetta, Bolsonaro trouxe a público as brigas com o ministro, tentando levá-lo a um pedido de demissão, avaliam analistas políticos.

O médico e deputado Mandetta diz que não pedirá exoneração. Bolsonaro, por sua vez, garante que não vai demiti-lo, certamente prevendo uma reação ainda mais negativa da população caso tome tal decisão, mas as críticas ao ministro não cessam.

Esse cenário belicoso desagrada à Maçonaria, um dos segmentos que mais apoiarem a eleição de Bolsonaro, além de setores do Legislativo, Judiciário, do Legislativo, das Forças Armadas, do empresariado, do meio jurídico e alto funcionalismo público.

Com uma atuação marcada pela discrição ao longa da história do Brasil, a Maçonaria reprova em silêncio o comportamento de Bolsonaro. Reservadamente, alguns maçons dizem não enxergar com bons olhos a execração pública à qual Bolsonaro está submetendo o irmão Mandetta. Muitos acham que isso pode acentuar a perda de apoio do presidente entre a irmandade, num momento em que as janelas e sacadas gritam a plenos pulmões e batem panelas cada vez com mais força contra o presidente.

A Maçonaria não abandona os seus ao relento. Mandetta é um deles. Certamente, o presidente Bolsonaro sabe disso.

Que assim seja.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

7 comentários em “Covid-19: Maçonaria não abandona os seus ao relento. Mandetta é um deles

  • Pingback:Demissão de Mandetta pode desagradar maçons, afirma site - Estudos Nacionais

  • Pingback:Demissão de Mandetta pode desagradar maçons, afirma site – Farol.News

  • 28 de abril de 2020 em 10:35
    Permalink

    A CONSTRUÇÃO DOS SENHORES FOI EM SOLO DE AREIAL, PORQUE NÃO ACEITAM O BREXIT E O SEU AVISO CRASSO: FIM DA REVOLUÇÃO FRANCESA E UMA NOVA REVOLUÇÃO INGLESA..E A POSTURA DE APOIO AO DEPUTADO DO DEM MANDETTA, DOS SENHORES, NOME DISSO NO BRASIL – COM O PARTIDO DEMOCRATA CORRUPTO QUE É – SE CHAMA MÃO OCULTA CONSPIRADORA, E PARA CONSPIRADORES CONTRA 57 MILHÕES DE VOTOS SÓ MESMO A FORCA OU A GUILHOTINA NÃO CONCORDAM?.A VERDADE ELA É PARA TODOS MAS A MENTIRA OS SENHORES MOSTRAM QUE ELA TEM SEUS DONOS NAS SOMBRAS EM PLENA ERA DIGITAL, ONDE NADA MAIS FICARÁ EM OCULTO.A VERDADE SE TORNOU SIMPLES ENTÃO, E A MENTIRA VIROU ACADÊMICA.O DIRETOR DA OMS É DO PARTIDO MARXISTA DA ERITRÉIA OU ETIÓPIA, E NEM MÉDICO ELE É DE FATO.CADÊ A CIÊNCIA ISSO É POLITICA.VEREMOS ATÉ ONDE VÃO AS VOSSAS IGUALDADES E LIBERDADES EM VOSSAS FRATERNIDADES ILUMINADAS PELA POLÍTICA DA ESTRELA DA MANHÃ, EM SUA MEIA-VERDADE DA VIÚVA-EVA.É O FOGO SOLAR QUE FUNDE O MAR E NÃO O FOGO MARCIANO DE SAMAEL PEDREIROS…FRATERNAL TRIDENTE AOS SENHORES, NA ERA DE URANO.

    Resposta
  • 1 de maio de 2020 em 13:36
    Permalink

    o problema da maçonaria é esse, colocam seus irmaozinhos acima de tudo, sendo que entre eles mesmos existem divergências. vale q pena tudo isso? quem mais esta se beneficiando no fim das contas?

    Resposta
  • 14 de maio de 2020 em 06:43
    Permalink

    Senti um tom de ameaça neste fala…fala infeliz, como infeliz é a atitude desses “irmãos” que juram defesa aos seus parceiros. Com essa desculpa vão tentando dominar a sociedade, discretos e arrogantes. Prova disso, fiz uma cirurgia fui vítima de erro médico e hj tentando resolver o grave dano, nao consigo pq os q tem chance de ajuda a esclarecer não o fazem, pq não querem e “n podem” prejudicar o irmão maçon. Daí eles cometemos erros pq sabem q estarão impunes tbm sebo caso for p justiça, pq tbm lá terão os amigos de sociedade secreta, q irão “cuidar do caso com carinho” e “não dxando os seus ao relento”. Quem defende gente errada não é digno de falar q luta pelo bem de um país ou de um povo,seja em q nível for. Vcs estão mais prejudicando do que ajudando. Bom é q estamos alertas à isso a cada dia q passa

    Resposta
    • 26 de maio de 2020 em 00:25
      Permalink

      Por isso querem derrubar um pra pôr o Mourão.

      Resposta
  • 26 de maio de 2020 em 00:23
    Permalink

    Sempre eles, a mão negra agindo nas trevas das tumbas-lojas sem janelas.

    Resposta

Deixe uma resposta