Governo do RS oferece 471 bolsas para jovens produtores rurais

Se for selecionada para o programa, produtora Leovanis quer ampliar atividades que a família desenvolve na propriedade – Foto: Emater/RS-Ascar/Divulgação

Jovens moradores das áreas rurais do Rio Grande do Sul têm até o dia 30 deste mês para se inscrever para uma das 471 bolsas de estudo que serão concedidas neste ano pela Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). Os jovens selecionados pelo programa Bolsa Juventude Rural receberão auxílio de R$ 200 mensais durante 10 meses para investir em projetos produtivos no campo.

Para participar, o jovem precisa atender a requisitos como estar matriculado no 2º ou no 3º ano do ensino médio em escolas públicas estaduais ou em instituições sem fins lucrativos e de caráter comunitário, ter entre 15 e 29 anos, possuir Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) ativa e ser de família de baixa renda bruta.

Interessados em obter mais informações sobre a documentação necessária, compromissos e benefícios do programa Bolsa Juventude Rural devem entrar em contato com a Emater/RS-Ascar, conveniada à Seapdr.

Neste ano, 200 bolsas são para alunos do 2º ano e 271 para estudantes do 3º ano do ensino médio. Além da documentação mínima determinada pela lei, o programa exige o envio de um pré-projeto. Ele servirá de base para a elaboração do projeto produtivo, que é a contrapartida obrigatória do jovem que receber a bolsa.

Moinho da família

A jovem Elisiane Nunes Rolim, da comunidade de Alto Caraá, município de Caraá, acessou o programa em 2019 e está inscrita novamente neste ano. Ela quer investir o dinheiro na legalização do moinho da família, que existe há anos e é conhecido na região pela produção de farinha de milho.

“A Emater tem um papel fundamental ao nos ajudar com o projeto produtivo”, diz Elisiane. No primeiro ano, ela usou o dinheiro no revestimento da moega, onde se coloca o milho para moer, e no caixão onde cai a farinha de milho.

No município de Vanini, a jovem Leovanis Gonçalves participou do Bolsa Juventude em 2018. “Fiquei sabendo dessa bolsa porque a Emater divulgou na escola. Quando fui selecionada, pude participar de vários eventos voltados para meu projeto produtivo, como curso de criação de poedeiras e o Seminário Regional de Juventude.”

Compra de novilho

O projeto de Leovanis era voltado à ampliação das atividades que a família já desenvolvia na propriedade. “Utilizei os recursos para compra de novilha e de galinhas poedeiras. O projeto serviu como geração de trabalho e renda extra para mim e para a família. Foi mais do que um simples valor monetário, porque agreguei valor tanto para os estudos quanto para a minha vida.”

Para Hellen Silva Rackow, o Bolsa Juventude foi fundamental para que ela decidisse ficar no campo em Camaquã e desistisse de ir para a cidade. “Agora, não penso mais em sair da propriedade. Ao contrário, quando eu tiver mais condições, quero investir mais aqui para deixarmos o cultivo de tabaco.”

Atuação da Emater/RS-Ascar

A Emater/RS-Ascar atua na divulgação, orientação para as inscrições e auxilia na elaboração do projeto produtivo e na execução do programa.

A extensionista da Emater/RS-Ascar de Porto Alegre Magda dos Santos Pereira ressalta que o programa incentiva e oportuniza a permanência dos jovens no campo, por meio de projeto produtivo que deve ser desenvolvido com a Emater/RS-Ascar e que o jovem aplica na propriedade. “O programa está vinculado à matrícula e à frequência escolar, estimulando a permanência e a conclusão dos estudos.”

Na avaliação da extensionista da Emater/RS-Ascar de Passo Fundo Doriana Miotto, o Bolsa Juventude Rural é uma ferramenta de empoderamento, pois possibilita que os jovens possam empreender na propriedade, implantando projetos produtivos que geram trabalho e renda, desenvolvendo diversas áreas do conhecimento, como técnico, de gestão e de relações para além da propriedade. “O programa proporciona o acompanhamento técnico da Emater e incentiva a capacitação dos jovens nas áreas de interesse.”

Da redação, com informações da Emater/RS-Ascar

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta