Eleita nova coordenação da Comissão de Queijos Artesanais da Abraleite

A Comissão Nacional de Queijos e Derivados Lácteos Artesanais da Abraleite (Associação Brasileira dos Produtores de Leite) tem novo coordenador. É Wander Bastos, produtor, médico veterinário, conselheiro da Abraleite e coordenador da Comissão de Bovinocultura da Faesp (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo).

Bastos foi eleito no último dia 2, durante reunião por videoconferência. Ele substitui Acácio Brito na coordenação da comissão. Os outros novos membros da comissão são estes:

*Coordenador substituto: João Leite (produtor, presidente da Aprocan (Serra da Canastra) e da Amiqueijo (Associação da Associações de Produtores de Queijo de MG);

*1ª Secretária:  Heloísa Collins (produtora de queijos de cabra no Capril do Bosque, em Joanópolis-SP);

*2º Secretário:  Osvaldo Martins de Barros Filho (produtor de queijo artesanal de Alagoa-MG):

*3° Secretário:  Romildo Albuquerque Bezerra (produtor e presidente da Associação de Certificação do Queijo de Coalho da Região Agreste de Pernambuco).

O novo coordenador enfatizou que a comissão tem um grande trabalho pela frente. Já o seu antecessor destacou a atuação inovadora do colegiado da Abraleite. “Há dois anos e meio, estamos nos reunindo por videoconferência. Também tivemos protagonismo na implantação do Selo Arte”, assinalou Acácio Brito.

Segundo o presidente da Abraleite, Geraldo Borges, a Comissão Nacional de Queijos e Derivados Lácteos Artesanais teve papel importante na regulamentação da Lei do Selo Arte:

“Foram dois anos e meio de muito esforço, com firme participação no grupo de trabalho no Ministério da Agricultura, até conseguirmos a aprovação da lei na Câmara e Senado, a sanção do presidente Michel Temer e, mais recentemente, o decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.”

Internacionalização dos produtos artesanais

Geraldo Borges acrescentou: “A comissão ainda tem muito trabalho para fazer, a fim de que os produtores de lácteos artesanais venham a ter efetivamente o Selo Arte em seus produtos e possam comercializá-los em todo o país.”

A meta, revelou o presidente da Abraleite, é alcançar a internacionalização dos lácteos artesanais brasileiros. “Já provamos que temos qualidade com a premiação de nossos produtos em concursos internacionais.”

Antes da eleição da nova coordenação, os membros da comissão tiveram uma reunião por videoconferência com Orlando Melo de Castro, diretor da Divisão de Cadeias Produtivas da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural do Ministério da Agricultura. Castro falou sobre a Instrução Normativa nº 73, que normatizou a Lei do Selo Arte e que poderá sofrer adequações na Lei dos Queijos Artesanais.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta