Exportação de suíno in natura atinge em julho 2º maior volume da série histórica

Foto: Nelson Mores/Embrapa

Após registrar recorde em maio, os embarques de carne suína in natura atingiram, em julho, o segundo maior volume de toda a série histórica da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, iniciada em 1997. No último mês, o Brasil exportou 90,2 mil toneladas de carne suína, apenas 500 toneladas a menos do que em maio.

Com as exportações elevadas, as cotações do suíno vivo no mercado doméstico seguem em alta neste começo de agosto, renovando as máximas nominais na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea e chegando nos recordes reais.

O alto volume exportado tem elevado a demanda da indústria nacional por suínos no mercado independente, limitando ainda mais a oferta de animais para abate e reforçando o movimento de alta nos preços, que vem sendo verificado desde meados de julho.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta