Agro&Negócio: Uso de drones em larga escala no agronegócio (vídeo)

Ricardo Ricardo Wegrzynovski (Weg)*

O uso de drones na agricultura, especialmente em larga escala, ainda deve crescer em muitos setores. No entanto, a tecnologia tem andado a passos largos. A startup Arpac, especializada em serviços agrícolas, vem trabalhando para expandir o emprego de drones no agro. Além da captação de imagens das lavouras, ela faz pulverização de defensivos e catação química.

Comandada pelo ex-piloto da TAM Eduardo Goerl, a empresa de drones já voa em céu de brigadeiro e oferece soluções interessantes para o agronegócio. Segundo Eduardo Goerl, o drone trabalha em áreas grandes com o serviço de catação, ou seja, na localização de infestações e na aplicação apenas nas áreas que realmente necessitam de agroquímicos.

Desse modo, a Arpac consegue operar em áreas de qualquer tamanho com o serviço de aplicação localizada para biológicos. De acordo com Eduardo Goerl, os drones funcionam muito bem em terrenos acidentados, áreas de difícil acesso, contornos, cercas, fios de alta tensão e em situações onde os métodos tradicionais não atendem.

Contatos:

agroemdia@gmail.com

ricardowegjornalista@gmail.com

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta