Preços dos ovos recuam pelo 4º mês consecutivo, constata Cepea

Foto: Luiz Agner/Agência IBGE Notícias

Apesar da leve alta na última semana de agosto, as cotações dos ovos apresentaram tendência baixista ao longo do mês, o que derrubou a média mensal para o segundo pior patamar do ano, atrás somente do registrado em janeiro, acumulando quatro meses seguidos de desvalorizações mensais.

A elevada oferta de ovos, associada à baixa liquidez do produto na ponta final da cadeia, pressionou as cotações.

Segundo colaboradores do Cepea, apesar da tentativa do setor de controlar a produção por meio de descartes das poedeiras mais velhas, muitas regiões tiveram dificuldades em negociar as galinhas com frigoríficos, o que limitou os descartes.

Na região de Bastos (SP), o ovo branco tipo extra teve preço médio de R$ 85,47/caixa de 30 dúzias em agosto, recuo de 1% frente ao de julho, mas ainda 6,1% acima da média de agosto/19, em termos reais (deflacionados pelo IPCA de julho/20).

Para os ovos vermelhos, o recuo mensal foi de 1% em Bastos, com a caixa negociada na média de R$ 105,84 em agosto, ainda 15,5% acima da cotação observada no mesmo mês de 2019.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta