Preço recebido pelo produtor rural sobe 12,61% em agosto, diz Farsul

Foto: Faeg/Divulgação

Do Broadcast

O Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) em agosto subiu 12,61% em relação ao mês anterior. A valorização dos preços é resultado da combinação da menor oferta com maior demanda interna e externa por alimentos, segundo boletim mensal da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul).

O IIPR acumulado em 12 meses está se valorizando de forma mais acelerada que o IPCA Alimentos. Isso porque a taxa de câmbio em níveis historicamente elevados contribui para a valorização dos preços agrícolas, enquanto a baixa da atividade econômica, reflexo das medidas contra o novo coronavírus, prejudica muitos produtos que compõem a cesta do IPCA Alimentos.

“Os produtores devem ficar atentos aos custos, porque a tendência é de valorização do preço do petróleo com a aproximação do fim do ano e da permanência da taxa de câmbio em nível elevado, o que pode manter os custos nesta trajetória de aceleração”, destaca a federação no boletim.

Já o Índice de Inflação dos Custos de Produção da agropecuária (IICP) de agosto apresentou inflação de 1,61% em relação ao mês imediatamente anterior, informa a Farsul. Isso porque a taxa de câmbio manteve trajetória de alta, o que encarece os insumos importados. A alta do preço do petróleo também contribuiu para o aumento dos custos neste mês.

Os custos sobem de forma mais acelerada que o IPCA. No acumulado do ano (janeiro a agosto), o IICP acumulou alta de 5,79% enquanto o IPCA 0,70%. “Isso porque a valorização da taxa de câmbio média no período aumentou o custo dos insumos importados, apesar da queda do preço do petróleo no primeiro trimestre”, assinala a Farsul.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta