1º Encontro do Polo Sul-Americano da Noz-pecã debate produção da fruta

Foto: Divulgação

Argentina, Brasil e Uruguai já são importantes produtores de noz-pecã.  O grande potencial produtivo da região será apresentado nesta terça-feira 27, durante o primeiro encontro de entidades do setor. Além de abordar aspectos do cenário da fruta em cada um dos países, o evento servirá também para divulgar e integrar pesquisas nesse novo polo.

Organizado pela Associação Brasileira de Nozes, Castanhas e Frutos Secos (ABNC), o evento vai contar a participação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); do Instituto Nacional de Pesquisa Agropecuária (INIA), do Uruguai; do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA), da Argentina, do Programa Cooperativo para o Desenvolvimento Agroalimentar e Agroindustrial Tecnológico do CONO Sul (Procisur) e do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA).

Entre os temas que serão abordados pelas entidades, estão a produção de noz-pecã na Argentina, Brasil e Uruguai; cenário atual; principais desafios; perspectivas passadas, atividades presentes e direções futuras da pesquisa e produção de noz-pecã na Argentina, Brasil e Uruguai; Desenvolvimento da fruticultura na Argentina, Brasil e Uruguai e a importância da noz-pecã.

“O evento busca debater quais os desafios, onde podemos e queremos chegar e, especialmente, como atingir esses objetivos de crescimento trabalhando, pesquisando e gerando tecnologia como um bloco produtivo”, destaca o presidente da ABNC, José Eduardo Mendes Camargo.

O 1º Encontro do Polo Sul-Americano da Noz-pecã conta com o apoio da Divinut – uma das maiores processadoras de nozes da América do Sul – e terá a transmissão aberta ao público através do canal no YouTube – ABNCNuts no dia 27 de outubro a partir das 10h.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta