Embrapa faz nova oferta de hastes de seringueiras para produtores de mudas

Foto: Fabiano Bastos/Embrapa

A Embrapa está ofertando hastes de planta básica para enxertia de 14 clones de seringueiras exclusivamente para produtores de mudas inscritos no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem). A oferta visa contribuir para a diversificação clonal, o aumento de produtividade e a sustentabilidade dos seringais brasileiros, sobretudo da região Centro-Oeste.

São disponibilizados 613 lotes com hastes de 10 metros dos clones OS 22, PB 311, PB 312, PC 119, RRIM 713, PB 291, PB 314, PB 324, PB 350, PB 355, RRIM 901, RRIM 937, RRIM 938 e PC 140 para retirada em 2021. Os materiais foram registrados no Registro Nacional de Cultivares (RNC), no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os interessados devem enviar, até às 17h de 30 de novembro, um e-mail com o assunto “Oferta de seringueira 20/21” para o endereço sin.ebsb-oferta@embrapa.br e informando, no formulário constante neste documento, os clones e quantidades desejados, observando os limites de aquisição individual descritos. Os produtores serão contemplados por ordem de recebimento dos e-mails e serão informados por e-mail a partir do dia 02/01/2021.

A retirada das hastes ocorrerá entre 8 e 26 de fevereiro de 2021. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail sin.ebsb-oferta@embrapa.br e pelo telefone (61) 3333-0417.

Sobre os clones

A produção nacional de borracha natural se baseia em apenas seis clones (RRIM 600, PR 255, GT 1, PB 217 e PB 235 e Fx 3864), sendo necessária a diversificação clonal e a utilização de materiais mais produtivos para minimizar os riscos (como doenças) e favorecer a competitividade dos heveicultores brasileiros.

A borracha natural é um produto estratégico para o desenvolvimento do País, pois as indústrias de pneumáticos e artefatos de borracha importam mais de 60% desse insumo para a fabricação dos produtos. O aumento da produtividade dos seringais com o plantio de clones com maior potencial produtivo que os utilizados atualmente pode levar à diminuição dessa dependência.

Nesse sentido, a Embrapa avaliou mais de 70 clones disponíveis no Banco de Germoplasma de Seringueira da Embrapa Cerrados (BGHevea CPAC). Os clones foram avaliados em três locais com diferentes condições de clima e solo – Goianésia (GO), Planaltina (DF) e Pontes e Lacerda (MT), tendo sido comparados aos seis clones mais cultivados nessas regiões e que foram utilizados como testemunhas.

Os resultados do trabalho mostram que os novos clones selecionados, todos originários da Malásia, apresentam elevada produtividade média de borracha seca por planta. O estudo também evidencia a possibilidade de diversificação dos plantios de seringueira com clones de potencial produtivo semelhante ou superior aos atualmente utilizados nas regiões onde apresentaram melhor desempenho e em outras com condições edafoclimáticas (de solo, clima etc.) semelhantes.

Os clones selecionados produziram borracha natural de boa qualidade, tecnicamente especificada como TSR – classe 10 de cor marrom, de acordo com a norma ABNT NBR ISO 2000.

São indicados para cultivo nas regiões de Goiás e do Distrito Federal em que foram testados e em outras com condições edafoclimáticas semelhantes, ou seja, com período seco bem definido, o que permite o escape ao mal-das-folhas causado pelo fungo Pseudocercospora ulei (Henn.).

Para mais informações sobre os clones de seringueira, clique aqui.

Da Embrapa Cerrados

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta