Cai ritmo de processamento da mandioca; preços ficam estáveis

Foto: Vanderlei Santos/Embrapa

As recentes chuvas limitaram o avanço da colheita de mandioca na maioria das regiões, reduzindo os dias de moagem nas indústrias, segundo pesquisadores do Cepea. Além disso, a baixa rentabilidade da mandiocultura influenciou na tomada de decisão de muitos produtores, que devem voltar a entregar raízes somente a partir do final de janeiro de 2021. De modo geral, a oferta teve ligeiro equilíbrio com a demanda, e as cotações ficaram praticamente estáveis.

Na semana passada, o preço médio nominal a prazo para a tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 451,91 (R$ 0,7859 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), estável (+0,02%) frente à média do período anterior. Em quatro semanas, porém, a queda acumulada é de 2,3%.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: