Bolsonaro anuncia veto a projeto de venda de terras rurais para estrangeiros

Reprodução: Youtube

Da redação//AGROemDIA*

“Falta patriotismo para nós aqui. Não podemos permitir que o Brasil seja comprado”, disse o presidente Jair Bolsonaro, ao anunciar que vetará o projeto de lei que permite a compra, posse e arrendamento de propriedades rurais por pessoas físicas ou empresas estrangeiras, caso o texto seja aprovado pelo Congresso Nacional.

UTILIDADE PÚBLICA: PRODUTOR, CLIQUE AQUI PARA SE INCREVER NO CADASTRO AMBIENTAL RURAL (CAR) E GARANTIR ACESSO AO CRÉDITO RURAL E AO SEGURO RURAL

Bolsonaro antecipou a decisão de vetar o projeto durante live nas redes sociais, nessa quinta-feira 24. “Você acha justo vender terras aqui para estrangeiros? Se você vender terra para estrangeiro, ele nunca mais vai revender para ninguém, vai ser território dele.”

UTILIDADE PÚBLICA: PRODUTOR, CLIQUE AQUI PARA SABER TUDO SOBRE O PLANO SAFRA 2020/21: PROGRAMAS, LINHAS DE CRÉDITO, LIMITES DE FINANCIAMENTO, JUROS, PRAZOS DE PAGAMENTO ETC

O texto, de autoria do senador Irajá Abreu (PSB-TO), já foi aprovado pelo Senado e agora será votado na Câmara dos Deputados.

“Não pode acontecer isso no Brasil. Passou no Senado. Alguns senadores falaram que o projeto é bom. Não me convenceram. Vai para a Câmara. Não sei como a Câmara vai proceder. Se a Câmara aprovar, tem o meu veto. E aí o Congresso vai derrubar ou não o veto”, afirmou Bolsonaro.

Deputados Schuch (E), Jerônimo (C) e Brum (D) são contra o texto do senador Irajá – Fotos: Câmara

Deputados, Schuch, Jerônimo e Brum também são contra o projeto

Conforme o projeto de lei, a compra de terras por estrangeiros deverá ser limitada a 25% do território dos municípios e ocorrerá mediante o cumprimento de sua função social.

Na Câmara, pelo menos três deputados já anunciaram que são contra o projeto: Heitor Schuch (PSB-RS), Jerônimo Goergen (PP-RS) e Marcelo Brum (PSL-RS).

“Sou contra esse projeto desde a votação da urgência na Câmara, no mandato anterior”, declarou Schuch.

“Seria muito mais necessário a construção de uma política agrícola que trouxesse renda ao produtor brasileiro, que tem competência, capacidade e sabe trabalhar a terra do que querer entregar nosso tesouro, a terra brasileira, a quem não é daqui. Votarei contra”, antecipou Goergen.

Brum até fez uma petição contra o projeto. “Fizemos uma petição contra o projeto de lei nº 2963/2019, que permite a venda de terras brasileiras para estrangeiros. Uma verdadeira aberração. Vamos vender a nossa produção para os estrangeiros, e não as nossas terras.”

*Com informações da Agência Reuters

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: