Suspeita de vaca louca em MG: Mapa diz que segue normas de vigilância da OIE

Foto: Divulgação/Mapa

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) informou que o Brasil adota procedimentos de vigilância, investigação e notificações recomendadas pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para monitoramento da doença da vaca louca, de acordo com o Broadcast.

“Casos em investigação são corriqueiros dentro dos procedimentos de vigilância estabelecidos e medidas preventivas são adotadas imediatamente para garantir o controle sanitário. Uma vez concluído o processo em investigação, os resultados serão informados”, disse o Mapa, em nota, sem dar mais detalhes, ao ser questionado pelo Broadcast sobre relatos de um caso atípico de vaca louca em Minas Gerais.

Ainda conforme o Broadcast, os contratos futuros de boi gordo na B3 despencaram nessa quarta-feira (1º) com a informação de que um caso da doença teria sido identificado em um animal em MG. O vencimento de outubro, o mais líquido, fechou o dia com queda de R$ 13,60 por arroba, a R$ 296,95/arroba.

Segundo o Broacast, o sócio-diretor da Scot Consultoria, Alcides Torres, afirmou que a notícia partiu do Serviço de Inspeção Federal (SIF), que relatou o caso aos frigoríficos que atuam na região mineira.

De acordo com Torres, o Mapa coletou amostras do animal e as enviou a um laboratório da OIE no Canadá para análises mais detalhadas. O resultado ainda não foi divulgado.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: