Arábia Saudita suspende compras de carne bovina de 5 frigoríficos brasileiros

Foto: Olívia Carvalho/Gov. GO

Do Broadcast

A Arábia Saudita suspendeu neste mês as importações de carne bovina de cinco plantas frigoríficas brasileiras, de acordo com documento publicado pela Saudi Food and Drug Authority (SFDA), a agência governamental que regula alimentos e medicamentos no país. O motivo não foi informado, mas as unidades estão localizadas em Minas Gerais, onde as autoridades brasileiras identificaram no início do mês um caso de encefalopatia espongiforme bovina (EEB), o mal da “vaca louca”. A suspensão das compras teve início no dia 6 de setembro.

A Plena Alimentos S/A, em Pará de Minas, a Supremo Carnes, em Ibirite e Campo Belo, a Dimeza Alimentos, do Grupo Fricon, no município de Contagem, e a MaxiBeef Carnes, de Carlos Chagas, estão proibidas de exportar os seus produtos de carne bovina para a Arábia Saudita.

A decisão saudita entrou em vigor justamente no dia em que a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) concluiu que os dois casos da doença, identificados em Minas Gerais e Mato Grosso, não representam risco para a cadeia de produção bovina brasileira.

Com o resultado da apuração internacional, o país se concentrava em avançar nas negociações com a China para liberar o mercado de exportação de carne bovina, que havia sido interrompido voluntariamente pelo Brasil enquanto mais informações sobre os casos estavam sendo analisadas. Agora, o Ministério da Agricultura deverá ampliar as negociações para reverter a medida tomada pelas autoridades árabes.

Em maio, a Arábia Saudita interrompeu as compras de carne de aves de 11 frigoríficos brasileiros, dentre eles, sete unidades da Seara, da JBS. O embargo ainda não foi retirado.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: