Disputa por preço limita negócios de algodão no Brasil

Foto: Abapa/Divulgação

Mesmo diante do crescimento da oferta de algodão no mercado interno, as negociações envolvendo a pluma estão mais lentas, devido à disparidade entre os valores pedidos e os ofertados.

Segundo colaboradores do Cepea, enquanto produtores se afastam do spot ou buscam realizar negócios a preços maiores (atentos às recentes valorizações externas), compradores estão resistentes em aceitar os reajustes, justificando dificuldades em repassar novos custos aos seus manufaturados.

Nessa terça-feira, 28, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, fechou a R$ 5,3346/lp, alta de 2,8% em sete dias, mas ligeira queda de 0,36% na parcial de setembro. Apesar disso, a média da parcial do mês, de R$ 5,2885/lp, ainda é a maior, em termos nominais, de toda a série histórica.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: