Em encontro com a FPA, Bolsonaro diz que “o agro vai muito bem”

Foto: Divulgação

Em reunião com a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), nesta quarta-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro destacou que o setor rural tem conseguido resultados importantes para o desenvolvimento econômico e tecnológico do país. “O agro vai muito bem e grande parte em função de quem vocês indicaram para ser ministra da Agricultura”, disse Bolsonaro, referindo-se à ministra Tereza Cristina.

Na reunião, o presidente da FPA, deputado Sérgio Souza (MDB-PR), falou sobre as prioridades do setor e dos avanços do país nos últimos anos. Entre os assuntos abordados, ele citou os protocolos de Nairóbi e de Nagoia, que visam garantir condições mais justas de competitividade no comércio global, com eliminação de distorções no setor agrícola e que reúne diretrizes para o uso sustentável da biodiversidade e concede aos países maior segurança jurídica nas relações comerciais que envolvam produtos derivados de recursos biológicos.

O presidente da FPA lembrou também de temas que estão para serem votados no Congresso e pontuou a importância de cada um. “Temos o projeto de lei que trata dos pesticidas, da regularização fundiária. São divisores de água para o desenvolvimento do país e que precisam entrar em votação. Serão responsáveis por mais comida no prato e justiça aos proprietários de terras.”

Os Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA) foi outro tema abordado por Sérgio Souza. “A preocupação com o meio ambiente é uma obrigação de todos, mas o incentivo financeiro se faz necessário para quem se esforça realmente, como o Brasil faz”, enfatizou.

Em sua manifestação, a ministra Tereza Cristina ressaltou a importância da agenda do agro para o sucesso do país. “Avançamos muito no crédito rural, na questão da conectividade e em tudo que foi feito e votado para o avanço da nossa pauta do agronegócio.”

Foto: Divulgação

“Temos que reconhecer o marco ferroviário, o investimento que está sendo feito também na BR do Mar. O investimento deste ano, em seu governo, passa de bilhões de reais. Por isso, estamos avançando tanto”, acrescentou o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS).

Já a presidente da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, deputada Aline Sleutjes (PSL-PR), pontuou que ainda há muito trabalho pela frente e será fundamental ter coragem para vencer os próximos desafios. “Paramos de ir lá fora com a síndrome de vira-latas e mostramos que o Brasil é uma potência. Temos grandes missões pela frente, e a ministra Tereza e o presidente Bolsonaro têm feito um trabalho fenomenal”.

Participaram ainda do café da manhã os senadores Eduardo Gomes (MDB-TO), Carlos Viana (PSD-MG), Wellington Fagundes (PL-MT), Nelsinho Trad (PSD-MS) e os deputados Ricardo Barros (PP-PR), Christino Áureo (PP-RJ), Vermelho (PSD-PR), Josivaldo (Pode-MA), Caroline D’Toni (PSL-SC), General Girao (PSL-RN), Coronel Chrisóstomo (PSL-RO), Celso Maldaner (MDB-SC), Covatti Filho (PP-RS), Jerônimo Goergen (PP-RS), José Mário (DEM-GO), João Carlos Bacelar (PL-BA), Soraya Manato (PSL-ES), Diego Garcia (Pode-PR), José Rocha (PL-BA), Luiz Nishimori (PL-PR), Alceu Moreira (MDB – RS), Felício Laterca (PSL-RJ),Herculano Passos (MDB-SP), Giovani Cherini (PL-RS),José Medeiros (Pode-MT), Benes Leocadio (Republicanos-RN),Emidinho Madeira (PSB-MG), Capitão Augusto (PL-SP), Coronel Armando (PSL-SC), Mauro Pereira (MDB-RS), Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF), Coronel Tadeu (PSL – SP), Evair de Melo (PP-ES), Carla Zambelli (PSL-SP), Pedro Lupion (DEM-PR), Domingos Sávio (PSDB-MG), Júlio César (PSD-PI) e Bia Kicis (PSL-DF).

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: