Brazilian Rice impulsiona exportações em 2021

Foto: Divulgação/Irga/Gov. RS

Além de ser, junto com o feijão, o alimento mais consumido de Norte a Sul do país, o arroz brasileiro atende hoje a clientes na América do Norte, América Central, América do Sul, Europa, Ásia e África. A presença do produto no cenário global é impulsionada pelo Brazilian Rice, projeto de promoção comercial desenvolvido desde 2012 pela Abiarroz e ApexBrasil. Em 2021, o Brazilian Rice promoveu 142 ações em 40 mercados e instituições em busca de oportunidades de negócios e na defesa de interesses do setor arrozeiro nacional.

“Mesmo em um ano em que ainda tivemos restrições da pandemia da covid-19, realizamos várias ações para aumentar a presença do arroz brasileiro no exterior e consolidar nossa imagem”, diz a gerente de Exportações da Abiarroz, Carolina Telles Matos. “De 18 empresas exportadoras, 78% aumentaram suas vendas externas, reforçando a qualidade do arroz brasileiro frente aos nossos principais concorrentes.”

Entre as ações, estão as negociações com o México, para estabelecer cota de exportação do arroz beneficiado brasileiro àquele mercado, e com a Organização Mundial de Comércio (OMC), para eliminar o bloqueio comercial imposto pela Nigéria ao cereal nacional. “Também trabalhamos na identificação e análise de outras barreiras internacionais ao nosso arroz e de acordos comerciais e tarifa de importação no Mercosul.”

A gerente de Exportações da Abiarroz cita, no balanço das atividades do Brazilian Rice de 2021, reuniões com importadores de diferentes países e adidos agrícolas e técnicos dos ministérios da Economia, da Agricultura e das Relações Exteriores para ampliar as exportações e remover entraves ao arroz brasileiro no mercado externo.

Carolina pontua também que a Abiarroz foi uma das primeiras entidades do setor do agronegócio a alertar o governo federal, por meio de Antaq, sobre os obstáculos criados pela pandemia ao transporte marítimo mundial, o que provocou alta expressiva de aluguéis de navios e contêineres para levar alimentos aos países importadores.

Ainda de acordo com ela, o Brazilian Rice realizou ação com a Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC) para promoção do arroz brasileiro naquele mercado e divulgou o folder “Rice of Brazil” durante a ExpoAntad 2021, no México.

“Paralelamente, negociamos, em 2021, a renovação do nosso convênio com a ApexBrasil para iniciarmos novas ações em 2022”, sublinha Carolina. “O último projeto apoiou 25 empresas beneficiadoras de arroz, com exportações para 52 mercados.”

Sobre o Brazilian Rice: O projeto tem como objetivo aumentar e consolidar as exportações brasileiras de arroz beneficiado, tornando o país um player reconhecido no comércio internacional pela sua qualidade e capacidade produtiva. É realizado pela Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), contando com uma série de ações com foco comercial e de aprimoramento da imagem do produto brasileiro em mercados estratégicos.

Mais informações: http://www.brazilianrice.com.br

 

 

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: