Citricultura: Investimentos na safra 2022/23 podem ser restritos

Reprodução: YouTube

A rentabilidade da laranja na temporada 2021/22 foi restrita para muitos citricultores (mesmo com os preços mais altos que no ano anterior), resultado da baixa produtividade registrada em praticamente todo o cinturão citrícola. Neste cenário, pesquisadores do Cepea indicam que as expectativas para 2022 são de investimentos limitados na atividade, o que possivelmente resultará em diminuições na área plantada e até mesmo de renovação de pomares. Outro fator que pode restringir os novos plantios é a alta significativa nos custos de produção e de implantação. Ao mesmo tempo, citricultores mais capitalizados estão aumentando os investimentos em irrigação, visando reduzir os riscos climáticos.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) estima que o estado de São Paulo e o Triângulo Mineiro registrem área 1,4% menor na temporada 2022/23, totalizando apenas 374 mil hectares. Já a área em produção deve ser de 340 mil hectares, queda de 1,8% na mesma comparação. Se confirmada, a menor área em produção pode ser um limitante para uma colheita significativa nos próximos anos, dada a redução no potencial produtivo do cinturão citrícola.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: