ACI e sistema cooperativo premiam jornalistas de Santa Catarina

A Associação Catarinense de Imprensa realizou, nessa quarta-feira (16), a entrega do 1° Prêmio ACI OCESC de Jornalismo aos vencedores das sete categorias em disputa – áudio, cooperativismo, fotojornalismo, jornalismo universitário, jornalismo visual, texto e vídeo. O professor Nilson Lage, falecido em 2021, recebeu uma homenagem póstuma. A viúva Nildes Lage representou a família na cerimônia.

Os primeiros colocados em cada categoria receberam um troféu criado pela equipe da pré-incubadora Cocreation by TXM e produzido em 3D pela SATC. Os segundos e terceiros colocados receberam certificados. Todos receberam uma premiação em dinheiro, num total de R$ 73,2 mil.

O presidente do Conselho Superior da ACI, Ademir Arnon, lembrou que o prêmio era um projeto antigo da entidade e que só agora foi concretizado graças ao apoio da OCESC. “São grandes parceiros da imprensa em Santa Catarina”, disse. O ex-presidente Moacir Pereira destacou a relação histórica da entidade com a Academia Catarinense de Letras e anunciou projetos em comum.

O presidente da OCESC, Luiz Vicente Suzin, disse que a entidade ficou surpresa com a repercussão do prêmio e que a parceria, firmada em 2021, por ocasião dos 50 anos da OCESC, terá vida longa. “Estamos muito felizes porque acreditamos no jornalismo catarinense que faz muito pelo cooperativismo”, afirmou.

A presidente da ACI, Déborah Almada, assinalou a coincidência da data de entrega do prêmio no Dia do Repórter, e reforçou a importância do profissional. “Jornalismo só é possível com o trabalho de reportagem. Este prêmio foi uma homenagem a uma atividade tão fundamental, que muitas vezes é incompreendida e pouco valorizada”.

A jornalista também destacou o alto nível dos profissionais que integraram o júri. “Desde o início do projeto tivemos um cuidado muito grande em escolher profissionais renomados e respeitados em suas áreas de atuação, porque sabíamos que a longevidade do Prêmio dependeria de sua credibilidade. O resultado é uma fotografia da avaliação técnica do júri e isso faz toda a diferença numa premiação deste porte”.

TRABALHOS PREMIADOS

Áudio

1° – Ânderson Silva, Eveline Poncio, Gilberto Denezio Pereira, Rodolfo Coelho Vicianna Cruz, Jorge de Oliveira Júnior, “A cifra fantasma”, Rádio CBN.

2° – Marcos Meller, “Recuperados: a história por trás dos números da Covid”, Peperi FM.

3° – Juciele Marta Baldissarelli, “O apagão da mão de obra da indústria catarinense”, Rádio Caçanjurê.

Cooperativismo

1° – Marcos Meller, “Estado de cooperação”, Peperi FM.

2° – Felipe Sales Cruz, Evandro Zucatti, Felipe Jung, Luiza Lobo, Juliano Zanotelli, Marcos Schimitt, Maria Carolina Assis, “Cooperativismo em SC: movimento tem interesse pelo coletivo”, NSC TV.

3° – Adriana Oliveira da Silva, “Intercooperação: Princípio cooperativista ganha força na pandemia e amplia volume de bons negócios”, Revista Unicred União.

Fotojornalismo

1° – Caio Cezar Cardoso Nascimento, “O Lixo do Luxo”, UOL.

2° – Ricardo Wolffenbüttel, “Caminhos da Esperança – A Rota da Vacina em SC”, Site especial do Governo do Estado de SC.

3° – Anderson Coelho, “O Senhor dos Nós”, UOL.

Jornalismo Universitário

1° – Mariana Corrêa Passuello, “Camadas Invisíveis: o tráfico de pessoas no cultivo de cebola em Santa Catarina”, UFSC.

2° – Juliana Possas de Souza, “Depois do Abrigo”, Estácio.

3° – Aline Lima Ramalho, Lais dos Santos Godinho, “Sem endereço: história de mulheres que vivem nas ruas”, UFSC.

Jornalismo Visual:

1° – Ben Ami Scopinho, Angela Bastos, Everton Siemann, Tayná Gonçalves, “Assalto ao trem pagador”, NSC Total.

2° – Vanessa da Rocha, Pablo Mayer, Elaine Cristina, Felipe Alves, Rosana Rita, Altair Magagnin, “O futuro em 15 capas”, ND.

3° – Marina Martini Lopes, Ben Ami Scopinho, “Nos trilhos do blues”, NSC Total.

Texto

1° – Ângela Bastos, “De volta pra casa”, Diário Catarinense.

2° – Augusto Ittner, Talita Catie de Medeiros, Patrick Rodrigues, João Scheller, Tayná Gonçalves, Ben Ami Scopinho, “Um gigante que nasce de gotas”, Jornal de Santa Catarina.

3° – Lucio Lambranho, “Inferno no meio-oeste”, Agência Pública.

Vídeo

1° – Juan Carlo Todescatt, Patrícia Mello, Nereu Filho, “A pandemia e a fome em Santa Catarina”, SCC SBT.

2° – Moisés Stuker, Suellen Venturini, “Dia Nacional da Adoção: ato de amor que muda trajetória de crianças e adolescentes”, NDTV.

3° – Juan Carlo Todescatt, Patrícia Mello, Marne Menezes, “Educação na pandemia: os contrastes de quem precisa voltar às aulas”, SCC SBT.

Da ACI

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: