Aiba: Programa Jovem Aprendiz Rural capacita novas turmas no oeste baiano

Foto: Divulgação/Aiba

A aula inaugural das novas turmas do programa Jovem Aprendiz na Área Rural, desenvolvido pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), ocorre nesta terça-feira (22), na sede da Fazenda Modelo Paulo Mizote, em Barreiras.  Desde seu lançamento, em 2013, a iniciativa já formou 20 turmas e qualificou cerca de 800 jovens para o mercado de trabalho da região do oeste baiana. A capacitação garante aos participantes certificados de supervisor agrícola emitido pelo Senar.

Por meio do programa, instituído pela Lei nº 10.097/2000, empresas industriais e rurais ofereçam uma cota aos jovens aprendizes. Neste ano, serão capacitados aproximadamente 150 jovens, selecionados entre janeiro e fevereiro. Além da logística, cada estudante recebe todo o material didático, uniforme, alimentação, meio salário-mínimo e tem a carteira assinada.

Segundo o presidente da Aiba, Odacil Ranzi, o programa surgiu para solucionar um problema enfrentado pelos produtores no cumprimento da lei. “Criar um espaço como a fazenda modelo foi a solução perfeita. Abriu a oportunidade para o jovem que quer trabalhar com a agricultura e ofereceu aos empreendimentos rurais uma alternativa para o cumprimento da Lei da Aprendizagem.”

Oportunidade ímpar

O presidente da associação diz ainda que, sem essa estrutura, os empresários teriam que levar os jovens para as fazendas e trazê-los no mesmo dia, o que seria inviável por conta da distância das áreas produtivas.

“É uma oportunidade ímpar para os jovens. O curso oferece formação profissional e estrutura. Ao final desta etapa, os jovens estarão aptos a entrar no mercado de trabalho. Isso é muito importante para o setor agrícola, pois teremos mais mão de obra qualificada”, ressalta o superintendente do Instituto Aiba, Alan Malinski.

Carga horária

Voltado para jovens de 18 a 23 anos que pretendam trabalhar nas culturas de milho e soja, o programa tem carga de 800 horas/aula e duração de 10 meses. As aulas, teóricas e práticas, são ministradas pelo Senar na Fazenda Modelo Paulo Mizote, estrutura de sete hectares, doados pelo Projeto Codevasf, em Barreiras Norte.

Entre as disciplinas das quatro horas diárias do curso, seja no turno matutino ou no vespertino, estão a Importância das Culturas do Milho e da Soja, o Preparo do Solo, o Manejo da Cultura, o Manejo Fitossanitário e a Irrigação.

Como funciona

O recrutamento dos jovens para o Programa Jovem Aprendiz é um processo coordenado pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras ou equipes de RH’s de propriedades rurais. Os jovens enviam os currículos e passam por uma prova escrita. Após a entrevista, são escolhidos aqueles que apresentam perfil para o curso de supervisor agrícola e que serão mantidos pelas fazendas durante a capacitação, podendo ao final do curso serem ou não contratados pela propriedade rural.

O Jovem Aprendiz é coordenado pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras/Sistema Faeb/Senar, em parceria com a Codevasf, Ministério Público do Trabalho e Ministério do Trabalho e Emprego.

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: