Sucateamento do INSS prejudica concessão de benefícios para segurados rurais, denuncia FPAF

Deputado Heitor Schuch, presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar – Foto: Divulgação

“Estamos vendo o total sucateamento do INSS. É um absurdo o que vem acontecendo. A situação está insustentável”, denuncia o deputado federal Heitor Schuch (PSB/RS), presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar (FPAF). Segundo ele, a precarização dos serviços prestados pelo INSS tem provocado problemas na concessão de benefícios, principalmente para os segurados rurais. Nesta quarta-feira (25), às 9h, o deputado terá audiência com o presidente do instituto, Guilherme Serrano, em Brasília, para tratar do assunto.   

Para o deputado gaúcho, é preciso reestruturar o INSS, realizar concursos para ampliar o quadro de servidores e fiscalizar o trabalho que vem sendo prestado aos segurados. Os problemas no INSS se agravaram durante o governo do presidente Jair Bolsonaro, assim como a inflação, a carestia, o desemprego e a falta de atenção com a saúde.

Além de Schuch, o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária do Rio Grande do Sul, deputado Elton Weber, e o vice-presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS), Eugênio Zanetti, devem participar da audiência com Guilherme Serrano.

No encontro, será entregue documento elaborado pela Fetag e pela Contag, no qual são citados vários problemas. Entre eles, a falta de peritos e de estrutura do INSS, fechamento de agências, robotização dos atendimentos e problemas no atendimento via telefone 135, além das longas distâncias que, algumas vezes, precisam ser percorridas pelo beneficiário em busca de atendimento.

Desconto mensal não autorizado de 2%

Nos últimos meses, informa Schuch, as entidades têm recebido inúmeros relatos de situações que prejudicam os segurados, que não conseguem realizar os encaminhamentos ou têm suas solicitações indeferidas sem justificativa plausível.

O assunto já foi tratado em reunião da Comissão Mista Permanente de Defesa Pública do Consumidor e do Contribuinte e Participação Popular da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, presidida por Weber, quando foram relatados vários problemas no instituto.

A Fetag também denuncia um desconto mensal não autorizado de 2% que está sendo cobrado nos benefícios previdenciários dos agricultores e pecuaristas familiares pela Confederação Nacional de Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Conafer). Conforme a Fetag, a Conafer não tem registro sindical, mas, mesmo assim, firmou convênio com o INSS.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: