É preciso rever a forma de pagamento ao produtor de leite, diz ministro da Agricultura

Ministro Marcos Montes, da Agricultura – Imagem: Reprodução YouTube

Da redação AGROemDIA, com Broadcast

O Brasil tem potencial para vir a ser o maior exportador de lácteos do mundo, a exemplo do que já ocorre com a soja, o café e a carne bovina, disse o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Marco Montes, ao participar do Fórum Nacional do Leite, promovido pela Abraleite, em Brasília. Ele destacou também o trabalho dos produtores de leite, chamando-os de heróis, que entregam à matéria-prima aos laticínios sem saber quando receberão o pagamento. Para ele, isso precisa ser revisto dentro da cadeia leiteira.

“Precisamos perseguir [a meta] e ser o maior exportador de lácteos”, enfatizou Montes, na abertura do fórum, nessa terça-feira (12). “Já somos maiores em vários produtos. Temos tudo para ser em lácteos também. Temos certeza de que vamos alcançar [esse objetivo] com trabalho sério.”

De acordo com ele, a produção leiteira do Brasil está aumentando, atingindo 35 bilhões de litros por ano. Hoje, assinalou, o país tem 1,170 milhão de produtores na atividade, em 99% dos municípios do país.

“Me chama a atenção que aproximadamente 93% dos produtores tiram menos de 200 litros por dia”, pontuou o ministro, para quem os produtores de leite são ‘heróis’. “Produtores que entregam leite aos laticínios sem saber o preço que realmente vão receber. É algo que precisamos reestudar”, disse.

Ainda conforme Montes, o governo também está trabalhando para garantir o uso do nome do leite somente em produtos lácteos.

Plano Safra e Pronaf

Ele também citou o que o Plano Safra 2022/23, lançado recentemente. “O Brasil apresentou ao mundo um Plano Safra para atender não só à produção do Brasil, mas para atender ao mundo, com preferência especial para os pequenos e médios produtores.”

O Plano Safra 2022/23, sublinhou o ministro, destinou R$ 53 bilhões para o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do total de R$ 341 bilhões ofertados. Grande parte da cadeia leiteira é formada por agricultores familiares.

Em seu pronunciamento no fórum, Montes contou que esteve reunido com a comissária para Saúde e Segurança dos Alimentos da União Europeia, Stella Kyriakides, para “reatar negociações” e retomar o diálogo entre o país e o bloco, incluindo o setor leiteiro, no âmbito do Acordo UE-Mercosul.

“Falei a ela sobre o nosso Serviço de Inspeção Federal (SIF), que é uma porta aberta no mundo todo pela seriedade do sistema. O leite é testemunha disso”, disse. No encontro, as partes debateram parcerias estratégicas, a sanidade alimentar e o fluxo de comércio agrícola, segundo o ministro. O Brasil e o bloco se comprometeram a colocar as equipes técnicas para conversar nos próximos meses.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: