TO: Potencial multimodal pode reduzir em até 40% custo de transporte da produção agrícola

ferrovia norte sul 5
Foto: Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

O potencial do Tocantins para utilizar os modais de rodovia, hidrovia e ferrovia que oferecem vantagem competitiva aos produtores rurais do Matopiba – região formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia – foi destacado pela Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em seminário promovido pelo Banco Mundial, em Palmas.

“A multimodalidade da BR-153, integrada com a ferrovia Norte-Sul e com a hidrovia do Rio Tocantins, do trecho que vai de Marabá até o Porto de Belém e complexo de Itaqui, no Maranhão, facilitará o escoamento da produção do Tocantins e possibilitará a redução de até 40% nos custos de transporte”, disse Elisangela Pereira Lopes, assessora técnica em logística e infraestrutura da CNA, no Seminário Agrologística no TO.

Durante o evento, realizado na semana passada, o Banco Mundial apresentou estudo preliminar sobre a agroindústria de grãos, bovinocultura de corte, silvicultura, cana-de-açúcar e pescado de água doce e avicultura de corte produzidos do Tocantins. A ideia é que esses produtos ganhem valor industrial, em vez de serem apenas exportados in natura.

Também foi apresentada a necessidade de parcerias público-privada de forma que a iniciativa tenha segurança em investir em infraestrutura no estado.

Da redação, com informações da CNA

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: