Número de empregos no agro cai 1,6% em 2017

arquivo ebc
Foto: Arquivo/EBC

Principal responsável pelo crescimento de 1% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2017, em razão da safra recorde de mais de 238 milhões de toneladas de grãos, o agronegócio não expandiu a oferta de emprego. Ao contrário: o número de pessoas trabalhando em atividades do agro diminuiu 1,6% em 2017 frente a 2016, passando de 18,53 para 18,24 milhões de pessoas, segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

Ainda de acordo com o Cepea, o contingente de ocupados no Brasil como um todo ficou praticamente estável, encerrando 2017 com 90,6 milhões de pessoas. Assim, conforme os cálculos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, a participação do agronegócio no total de ocupados no Brasil foi de 20,1% em 2017, contra 20,5% no ano anterior.

Os pesquisadores do Cepea destacam ainda que a redução dos ocupados no agronegócio foi influenciada unicamente pelo segmento primário, que registrou baixa de 6% no contingente de trabalhadores. Já os empregos nos elos industriais e de serviços aumentaram em 2017.

O Cepea aponta contradição na agropecuária. Enquanto o PIB (em volume) do segmento cresceu cerca de 17,1% em 2017 (consideradas informações até novembro/17), a mão de obra relacionada a atividade foi 6% menor.

Grau de instrução e gênero

“O ano passado foi marcado pela redução da população ocupada na agropecuária, principalmente trabalhadores rurais por conta própria, localizados em sua maioria no Nordeste, e vinculados a atividades de menor importância econômica em relação ao valor da produção, o que explica os movimentos em direções divergentes para PIB e trabalho”, assina, em nota, o Cepea.

Quanto aos níveis de escolaridade, houve baixa relevante no número de ocupados sem instrução no agronegócio (-34,3%), com aumentos para todas as demais categorias, sobretudo para pessoas com ensino superior.

Por gênero, a queda nos ocupados do agronegócio foi marcada essencialmente por homens, com o contingente de mão de obra feminina no agronegócio permanecendo praticamente estável frente a 2016.

AGROEMDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: agroemdia@gmail.com - (61) 992446832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: