Ceará investe R$ 1,8 milhão na modernização da cultura do algodão

algodao ceara
Foto: Sérgio Cobel/Embrapa

O Programa de Modernização da Cultura do Algodão no Ceará receberá aporte de R$ 1,8 milhão do governo do estado para introduzir novas tecnologias de produção. O investimento busca atender às necessidades da indústria têxtil local e gerar emprego e renda no meio rural.

O projeto prevê a capacitação de técnicos e produtores em novas tecnologias de produção de algodão; capacitação de técnicos e produtores com foco na gestão de propriedade rural; e seleção de áreas e produtores para instalação de Unidades Técnicas Demonstrativas (UTD’s).

Também estão previstas visitas técnicas e encontros com produtores, estímulo à expansão das áreas plantadas, introdução de máquinas colheitadeiras de pequeno porte em substituição à colheita manual e criação da Câmara Setorial do Algodão.

A iniciativa será executada em cinco fases, no período de 2018 a 2022. A primeira começou neste ano com os produtores de Quixadá, Quixeramobim e Senador Pompeu, municípios do Sertão Central, numa experiência piloto com assistência técnica exclusiva e intensiva.

Na segunda fase, que deverá ser executada em 2019, está prevista a participação de mais municípios do Sertão Central (Mombaça, Piquet Carneiro, Solonópole, Dep. Irapuan Pinheiro, Choró e Milhã), do Centro Sul (Iguatu, Acopiara e Quixelô) e do Sertão de Canindé (Boa Viagem).

O programa é executado pela Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa), em conjunto com a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec) e Embrapa. Nesta semana, o secretário Euvaldo Bringel se reuniu com representantes das instituições parceiras para discutir o andamento do projeto.

“A ideia é que o governo do Ceará dê todas as condições necessárias para que possamos estimular a alta produtividade do algodão”, reforçou o secretário.

Da redação, com Seapa

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: