Brasília recebe primeiro ônibus 100% elétrico

 

onibus eletrico df Foto-Gabriel Jabur-Agência Brasília
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

O primeiro ônibus 100% elétrico do Distrito Federal foi entregue neste sábado (17) pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Parte da renovação da frota do sistema de transporte público da cidade, esse tipo de veículo também contribui para a sustentabilidade ambiental.

O lançamento ocorreu na abertura da Vila Cidadã, atração inédita do Fórum Mundial da Água, montada no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. O evento global começa neste domingo (18) e vai até o dia 23 deste mês, extensa programação.

O veículo vai operar na linha 110, da Universidade de Brasília (UnB), e será usado a partir de abril, segundo a Secretaria de Mobilidade. De acordo com a pasta, cada ônibus elétrico reduz em aproximadamente 1,8 tonelada a emissão de gás carbônico (CO2), o equivalente ao plantio de 11 árvores.

“Damos um passo importante para a mobilidade sustentável do DF, tanto com o ônibus elétrico quanto com as quatro novas estações de bicicletas — duas na UnB e duas infantis [Parque da Cidade e Deck Sul] —, além do Cartão + Turista”, destacou o governador.

As três entregas fazem parte do Circula Brasília, programa de mobilidade urbana do Executivo local. Até o fim do ano, outro ônibus 100% elétrico passará a integrar a frota e também operará na UnB.

“A renovação da frota visa à sustentabilidade no transporte. Temos nove ônibus que usam o biodiesel B-20, e todos os 2,7 mil estão aptos a rodar com o combustível. E agora o ônibus elétrico, com emissão zero de poluentes”, informou o secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno.

Com o cartão, os turistas poderão usufruir da integração de ônibus e metrô na capital. A recarga mínima é de R$ 20. Ele poderá ser adquirido no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, onde ocorrerão as palestras e os painéis com representantes estrangeiros do fórum.

Os pontos de bicicletas compartilhadas aumentam de 45 para 47. Os novos patrocinadores do sistema, entre eles o Banco de Brasília (BRB), foram anunciados neste sábado.

Brasília recebe primeiro ônibus 100% elétrico
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Racionamento de água e impacto econômico do fórum

Questionado sobre o fim do racionamento, o governador disse que isso depende do volume de água nos reservatórios e das obras já concluídas ou em andamento para garantir maior quantidade do recurso hídrico a todo o sistema de abastecimento do DF.

“Contamos também com a colaboração preciosa da população de Brasília, que se conscientizou e reduziu o consumo de água”, acrescentou Rollemberg.

Ele aproveitou para mencionar investimentos em infraestrutura para aumentar a captação de água e prover redes de esgoto e de drenagem pluvial e saneamento básico a localidades carentes, como Sol Nascente e Buritizinho.

Além disso, o governador lembrou a democratização do acesso ao Lago Paranoá com a desocupação da orla.

Rollemberg ressaltou ainda o impacto econômico positivo do fórum para a cidade. “Estamos esperando milhares de turistas estrangeiros e brasileiros que vão visitar a nossa capital e irão a restaurantes, ao comércio local, e trarão recursos, renda e emprego para a população de Brasília.”

O que é o Fórum Mundial da Água

Criado em 1996 pelo Conselho Mundial da Água, o fórum foi idealizado para estabelecer compromissos políticos acerca dos recursos hídricos.

Em Brasília, ele é organizado pelo Conselho Mundial da Água, pelo governo local — representado pela Adasa — e pelo Ministério do Meio Ambiente, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA).

O encontro internacional ocorre a cada três anos e já passou por: Daegu, Coreia do Sul (2015); Marselha, França (2012); Istambul, Turquia (2009); Cidade do México, México (2006); Kyoto, Japão (2003); Haia, Holanda (2000); e Marrakesh, no Marrocos (1997).

Da redação, com Agência Brasília

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: