RS: Futuro do tabaco é tema de palestra na 17ª Fejão de Sobradinho

presidente sinditabaco
Iro Schünke, presidente do SindiTabaco – Foto: Divulgação/SindiTabaco

Graças à organização da cadeia produtiva, o Brasil está mais bem preparado que outros países para se adaptar a possíveis mudanças no mercado mundial da fumicultura, segundo o presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke. O dirigente da entidade fez a observação durante palestra na 17ª Festa Estadual do Feijão (Fejão) de Sobradinho (RS).

Ao falar sobre o tema Fumicultura – Uma visão de futuro, Schünke apresentou os principais números do setor, ressaltando os 25 anos de liderança nas exportações mundiais e a importância da manutenção da qualidade do produto e da produção sustentável para a competitividade brasileira.

O executivo também lembrou do sucesso do Sistema Integrado de Produção de Tabaco (SIPT), modelo centenário que se tornou referência para outros setores do agronegócio do Brasil e do mundo por seus diferenciais competitivos e por garantir vantagens a todos os elos da cadeia produtiva.

O evento em Sobradinho, realizado na última quarta-feira (4), recebeu ainda representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS) e da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). O município é localizado na região Centro-Serra do RS, importante produtora de tabaco.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: