Brasil defende harmonização das leis de agrotóxicos entre os países do CAS

cas maggi
Foto: Mapa/Divulgação

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi, quer a harmonização das legislações referentes ao uso de agrotóxicos e fertilizantes entre os países-membros do Conselho Agropecuário do Sul (CAS), formado por Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina, Chile e Bolívia.

Maggi defendeu a proposta durante reunião do CAS, em Assunção (Paraguai), nessa quinta-feira (3). O ministro lembrou que existem substâncias permitidas no Paraguai que são proibidas no Brasil. “São pontos que precisam ser mais debatidos pelos ministros do conselho”, enfatizou.

Ele sugeriu ainda, durante seu discurso, que sejam incluídas nas discussões do conselho as negociações em andamento sobre o agronegócio para o fechamento do acordo comercial entre o Mercosul e a União Europeia.

No documento do balanço das atividades do conselho foram lembrados os esforços conjuntos para a sanidade animal e vegetal na região, sustentabilidade agropecuária, adaptações às mudanças do clima, agricultura familiar e segurança alimentar mundial.

Um dos pontos do documento assinado pelos ministros destaca que a agricultura é um dos setores mais vulneráveis ao impacto das alterações climáticas, que podem afetar a produção de alimentos e os meios de vida da população rural. Por isso, assinalaram os ministros, é importante avançar em questões como o acesso ao Fundo Verde para o Clima.

Essas preocupações estão sendo apresentadas pelo CAS na 48ª reunião dos órgãos subsidiários da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que ocorre até o próximo dia 10, em Bonn, na Alemanha.

Da redação, com informações do Mapa

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: