Governo vai zerar Cide sobre óleo diesel para atender caminhoneiros em greve

rodrigo maia 22 22 5
Foto: J. Batista/Câmara dos Deputados

O governo federal vai zerar a Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) sobre o óleo diesel, a fim de baixar o preço do produto e atender os caminhoneiros, que paralisaram as atividades nessa segunda-feira (21) e estão bloqueando estradas em várias partes do país, anunciou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, nesta terça-feira (22).

“Nós tínhamos feito a proposta, no domingo, de zerar a Cide. O presidente [Michel Temer] deu a informação de que para diesel ele vai zerar a Cide”, disse Maia.

“O presidente da República está preocupado com o tema. A mobilização dos caminhoneiros é muito grande e está focada no aumento do preço do diesel. Isso está atingindo o abastecimento”, acrescentou o parlamentar.

Para ele, o governo deveria ter tomado medidas para fazer a transição quando liberou o preço dos combustíveis para não atingir a população, como está ocorrendo agora.

Segundo Maia, a situação se agravou porque o país não superou a crise econômica de 2014, 2015 e 2016. “O crescimento econômico não veio da forma que se esperava e a sociedade ainda amarga [os efeitos da crise]. A renda do brasileiro está menor, a capacidade de pagar as contas também está menor e o desemprego continua alto.”

Ainda de acordo com o presidente da Câmara, houve recuperação de parte dos empregos com salários menores, em razão do crescimento do emprego precário. “Então, o impacto do diesel é grande, o da gasolina também, mas o do diesel é mais importante [porque tem maior reflexo sobre o custo de vida].”

O próximo passo, adiantou Maia, é encontrar uma solução para compensar o aumento do gás de cozinha, que tem sacrificado especialmente a população mais pobre.

Da redação, com Ivan Espósito

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: