Maggi espera que Brasil volte a exportar carne para Rússia até o fim do mês

maggi 7 8 18

Foto: Agência Brasil/Arquivo

O governo espera que a Rússia suspenda as restrições à carne bovina e suína do Brasil até o fim deste mês, disse nesta terça-feira (7), em São Paulo, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi. Segundo ele, as questões técnicas relacionadas à sanidade dos produtos brasileiros já foram ajustadas, o que permite às autoridades russas autorizar a retomada das exportações pelo Brasil.

O restabelecimento do comércio bilateral agrícola entre Brasil e Rússia foi tema de conversas entre os dois governos na 10ª Cúpula dos Brics (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), em Joanesburgo, no fim do mês passado. Maggi disse que tratou do assunto com o ministro russo da Agricultura, Dmitri Patrushev, e que o presidente Michel Temer falou diretamente com o presidente Vladimir Putin.

Maggi revelou que chegou a perguntar ao seu colega russo se havia algum problema político, além da questão sanitária. De acordo com o ministro brasileiro, Patrushev respondeu que a questão era apenas técnica. A Rússia alegou ter constatado a presença da substância ractopamina na carne brasileira, ao suspender a compra dos produtos no final do ano passado.

Se as questões técnicas já estão resolvidas, reforçou Maggi, não há mais razão para o embargo persistir. “Esperamos retomar nosso comércio [de carne bovina e suína com os russos] até o fim do mês”, assinalou Maggi, que participou, nesta terça, em São Paulo, do 28º Congresso & Expofenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

O ministro lembrou também ter chegado nesta semana o primeiro navio de trigo da Rússia importado pelo Brasil, uma das exigências de comércio bilateral entre os dois países. Ele assinalou ainda o mercado de peixes foi aberto para os russos. “Já liberamos vários frigoríficos deles, principalmente de bacalhau.”

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: