Preços do milho fecham outubro com queda superior a 10%

milho 5 11
Maior oferta do produto teve impacto nas cotações – Guilherme Viana/Embrapa

A maior oferta de milho, as exportações em ritmo lento, produtores flexíveis nos valores de venda (sobretudo os do Centro-Oeste) e o bom desenvolvimento da safra de verão 2018/19 (que gera expectativa de maior produção nos próximos meses) pressionaram com força as cotações do cereal no correr de outubro, segundo levantamento do Cepea. No acumulado desse mês, as quedas nos preços ultrapassaram os 10% em muitas regiões acompanhadas pelo Cepea.

No geral, apenas os produtores consultados pelo Cepea mais capitalizados limitaram a oferta de milho, concentrando as atividades de semeio da soja. Compradores, por sua vez, se mantêm retraídos, se mostrando abastecidos – as indústrias que têm necessidade de refazer estoques adquirem de forma cautelosa.

Em outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (região de Campinas – SP) caiu 13,3%, fechando em R$ 34,17/saca de 60 kg na quarta-feira (31). Entre 26 outubro e 1º de novembro, a queda do Indicador foi de 0,8%.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta