IBGE: Abate de bovinos cresce 3,6% no 3º trimestre

 

bovinos 13 11
Pais abateu 8,28 milhões de cabeças entre julho e setembro – Keke Barcellos/Embrapa

O abate de bovinos no Brasil totalizou 8,28 milhões de cabeças, crescimento de 3,6% entre julho e setembro de 2018, em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados preliminares da Estatística da Produção Pecuária, divulgados nesta terça-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Frente ao trimestre anterior, a alta foi de 7,2%.

O resultado veio principalmente pelo aumento das exportações, explica o gerente da Pesquisa, Bernardo Viscardi: “Vemos que os preços competitivos no mercado externo impulsionaram o abate de bovinos, quando comparamos com o terceiro trimestre do ano passado”.

Já em relação ao trimestre anterior, Viscardi indica que há uma recuperação dos efeitos da greve dos caminhoneiros: “Essa paralisação trouxe complicações à logística da cadeia de abate e exportações, o que colaborou para o resultado nessa comparação”.

Frangos, suínos e ovos

O abate de frangos somou 1,42 bilhão de cabeças e, embora tenha crescido de 3,4% frente ao trimestre anterior, teve queda de 4% na comparação anual.

O abate de suínos, por sua vez, totalizou 11,52 milhões de cabeças, resultado 4,4% maior frente ao mesmo período de 2017 e 6,5% superior contra o trimestre anterior.

“A carne suína também vem tendo aumento considerável nas exportações, porém o volume exportado foi menor que no mesmo trimestre de 2017”, acrescenta o gerente.

Com volume estimado em mais de 911 milhões de dúzias, a produção de ovos de galinha registrou recorde em um terceiro trimestre na série histórica da pesquisa, iniciada em 1987. Frente ao trimestre anterior, houve aumento de 4,3% e, na comparação anual, o crescimento foi de 8%.

Os dados completos da pesquisa, com informações por unidades da federação, serão divulgados em 12 de dezembro de 2018.

Da redação, com Agência IBGE Notícias

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: