Embrapa reforça a importância do solo para a pecuária leiteira

dia de campo leite
Dia de campo em Coronel Pacheco reúne mais de 200 pecuaristas – Claudio Capeche/Embrapa

Realizada anualmente pela Embrapa Gado de Leite, no município mineiro de Coronel Pacheco, a sétima edição da TecLeite (Tecnologias para a produção sustentável de leite), organizada em parceria com a Emater MG, deu atenção especial ao solo. Os pesquisadores Claudio Capeche, Enio Fraga da Silva e José Ronaldo Macedo, da Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ) discorreram sobre manejo e conservação do solo, boas práticas agrícolas e a importância da análise da terra para a melhoria da fertilidade.

A equipe do centro de pesquisa carioca se dividiu em três frentes durante o evento, nessa quinta-feira (22): José Ronaldo demonstrou o Fertmovel com informações sobre análise de fertilidade da terra; Enio discorreu sobre o estudo dos solos no seu ambiente natural (pedologia); e Capeche conversou sobre manejo e conservação do solo.

“A maior parte das dúvidas dos produtores era sobre mapeamento do solo e uso correto da terra”, disse José Ronaldo. “Creio que o resultado do dia de campo foi promissor, integrando dois centros de pesquisa da Embrapa (Gado de Leite e Solos) e atendendo a demanda da Emater MG junto aos produtores rurais”.

A importância de promover a educação em sustentabilidade nas escolas foi lembrada por Claudio Capeche. “Não adianta pensar em produção de leite sem dar a devida atenção ao manejo e conservação do solo e água. A terra sustenta todo sistema produtivo.”

Mais de 200 pessoas, a maior parte produtores, de 45 municípios diferentes, prestigiaram a TecLeite. O evento também abordou o preparo de mudas ao estabelecimento das cultivares BRS Kurumi e BRS Capiaçu, novas cultivares de forrageiras Brachiaria e Panicum, manejo de pastagem, uso racional de concentrados, cuidados no pré-parto para o sucesso da futura lactação e instalação e manutenção de cercas elétricas.

Da Embrapa Solos

“Não adianta pensar em produção de leite sem dar a devida atenção ao manejo e conservação do solo e água”, diz Claudio Capeche, pesquisador da Embrapa

Realizada anualmente pela Embrapa Gado de Leite, no município mineiro de Coronel Pacheco, a sétima edição da TecLeite (Tecnologias para a produção sustentável de leite), organizada em parceria com a Emater MG, deu atenção especial ao solo. Os pesquisadores Claudio Capeche, Enio Fraga da Silva e José Ronaldo Macedo, da Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ) discorreram sobre manejo e conservação do solo, boas práticas agrícolas e a importância da análise da terra para a melhoria da fertilidade.

A equipe do centro de pesquisa carioca se dividiu em três frentes durante o evento, nessa quinta-feira (22): José Ronaldo demonstrou o Fertmovel com informações sobre análise de fertilidade da terra; Enio discorreu sobre o estudo dos solos no seu ambiente natural (pedologia); e Capeche conversou sobre manejo e conservação do solo.

“A maior parte das dúvidas dos produtores era sobre mapeamento do solo e uso correto da terra”, disse José Ronaldo. “Creio que o resultado do dia de campo foi promissor, integrando dois centros de pesquisa da Embrapa (Gado de Leite e Solos) e atendendo a demanda da Emater MG junto aos produtores rurais”.

A importância de promover a educação em sustentabilidade nas escolas foi lembrada por Claudio Capeche. “Não adianta pensar em produção de leite sem dar a devida atenção ao manejo e conservação do solo e água. A terra sustenta todo sistema produtivo.”

Mais de 200 pessoas, a maior parte produtores, de 45 municípios diferentes, prestigiaram a TecLeite. O evento também abordou o preparo de mudas ao estabelecimento das cultivares BRS Kurumi e BRS Capiaçu, novas cultivares de forrageiras Brachiaria e Panicum, manejo de pastagem, uso racional de concentrados, cuidados no pré-parto para o sucesso da futura lactação e instalação e manutenção de cercas elétricas.

Da Embrapa Solos

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta