Bolsonaro avalia transferir Funai para o Ministério da Agricultura

indios 4
Futuro governo pretende criar nova relação com povos indígenas- Arquivo/EBC

Além das áreas de assuntos fundiários e de agricultura familiar, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pode incorporar a Fundação Nacional do Índio (Funai), a partir de 1º de janeiro do próximo ano, quando assume o governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro.

Segundo o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Bolsonaro avalia a possibilidade de transferir para o Mapa a gestão da Funai, hoje ligada ao Ministério da Justiça.

“A Funai está em processo de definição, mas deve ir para Agricultura”, disse Onyx, nessa segunda-feira (3). A visão de Bolsonaro, assinalou, é a de criar condições para que os indígenas que quiserem possam vir a ter outra condição de vida.

Conforme Onyx, o governo Bolsonaro quer identificar “o que é conflito fabricado” em relação aos índios e o que é “problema verdadeiro”. “Para isso, tem que ter novos ouvidos para a questão indígena, mais sensibilidade, com respeito.”

Da redação, com G1

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta