Abate de novilho é recorde no acumulado de janeiro a setembro

novilhos 13 12
Mercado de bovinos está firme, de acordo com o Cepea – Alcides Okubo Filho/Embrapa

O abate de novilhas no acumulado de janeiro a setembro deste ano chegou a 10,59% do total, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O percentual é um recorde para o período, considerando-se toda a série histórica dos abates de bovinos (macho e fêmeas) desde 1997.  Até então, o maior volume havia sido registrado em 2014, com 9,71% do abate total no acumulado dos nove meses de 2018.

Em valores absolutos, de janeiro a setembro/18, foram abatidas 2,512 milhões de novilhas, enquanto que, no mesmo período de 2014, esse número foi de 2,465 milhões.

Além de mudança estrutural na cadeia, o recebimento de preços mais altos por esta categoria de animal também atraiu o interesse da venda de fêmeas novas.

Quanto ao mercado interno de boi gordo, neste início de dezembro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa do boi gordo tem refletido um mercado relativamente firme.

Valores diferenciados seguem sendo registrados, o que se deve a diferentes urgências de compradores/vendedores e aos tamanhos dos lotes comercializados. Parte dos frigoríficos continua com escalas alongadas, enquanto muitos pecuaristas já encerraram o ano contábil, postergando as novas efetivações. Entre 5 e 12 de dezembro, o Indicador subiu 0,8%, fechando em R$ 150,00 nessa quarta-feira (12).

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: