Preços domésticos do café reagem diante de altas externas

cafe 10 4 19 paulo lanzetta
Cotações reagem, mas estão longe de tirar setor da crise – Paulo Lanzetta/Embrapa

Negócios pontuais envolvendo os cafés arábica e robusta têm sido observados no spot nacional. Conforme colaboradores do Cepea, o andamento da colheita no Brasil tem deixado produtores mais ativos no mercado, visto que muitos precisam se capitalizar. Os preços, por sua vez, reagiram nos últimos dias – os atuais patamares são os mais baixos desde 2013 –, influenciados por altas nos valores externos do arábica e do robusta.

Nessa terça-feira (14), o Indicador CEPEA/ESALQ do café tipo 6, bebida dura para melhor, posto na capital paulista, fechou a R$ 383,24/saca de 60 kg, alta de 1,7% em relação à terça anterior (7).

Quanto ao robusta, o Indicador CEPEA/ESALQ do tipo 6 peneira 13 fechou a R$ 276,12/sc de 60 kg nessa terça (14), 3,7% superior ao da terça anterior (7).

Segundo pesquisadores do Cepea, apesar das valorizações pontuais, os baixos patamares internos e externos dos preços seguem preocupando o setor cafeeiro.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: