Desestatização dos jogos de azar, chance de gerar empregos e atrair investimentos

Mega-Sena-640x330

Do site Repórter Brasília/Edgar Lisboa

A quantidade de alternativas para apostas no Brasil é para ninguém botar defeito. São a Mega-Sena, Lotofácil, Quina, Lotomania, Timemania, Dupla Sena, Loteria Federal, Loteca, Lotogol e Dia de Sorte. Todos estes jogos sob o monopólio oficial da Caixa Econômica Federal (CAIXA), autarquia estatal. Então, na verdade, o que querem é manter o controle do Estado sobre os jogos, com o monopólio da Caixa.

Oportunidades de Investimentos

Qual o interesse público nisso? Qual o benefício para a população? Quais os resultados efetivos para o desenvolvimento do esporte, da cultura e do turismo? A desestatização dos jogos com a queda do monopólio estatal, através de um marco regulatório que possibilite a participação também do privado, atraindo oportunidades de investimentos nos setores acima mencionados e que vai gerar milhões de empregos diretos no Brasil, é considerada positiva, hoje, por milhões de brasileiros.

Fechar os olhos à realidade

Manter na ilegalidade aquilo que existe de fato no nosso país é fechar os olhos a uma realidade que se encontra escancarada na cara de todos, é brincar de faz-de-conta. Num momento de crise como a que vivemos, com milhões de desempregados, o marco regulatório para os jogos pode se tornar mais uma solução para o Estado.

Continue lendo aqui.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: