Confraria do Arroz, o endereço das receitas do cereal e seus derivados

confraria do arroz fanpage
Fanpage do Facebook/Confraria do Arroz

Um dos dois ingredientes da base alimentar brasileira – o outro é o feijão –, o arroz e seus derivados, como a farinha, podem ser usados de múltiplas formas na culinária, em pratos salgados e doces. Quem quiser conhecer algumas das melhores e mais variadas receitas de arroz e seus derivados pode encontrá-las na fanpage Confraria do Arroz, criada por um grupo de produtoras do cereal do Litoral Norte gaúcho.

Na fanpage, com seguidores em todo país e em Portugal, o leitor também tem acesso à versão digital do livro Receitas de Arroz e Farinha de Arroz – Receitas Típicas do Litoral Norte Gaúcho. A publicação é uma obra coletiva das arrozeiras.

O grupo no Facebook foi criado para incentivar a troca de receitas de arroz e seus derivados e ampliar o uso de farinha do cereal, segundo os administradores. A ideia, destacam, é divulgar receitas testadas para pessoas que buscam uma alimentação mais saudável, livre de glúten e alergias.

No prefácio do Receitas de Arroz e Farinha de Arroz -Receitas Típicas do Litoral Norte Gaúcho, a diretora da Associação de Arrozeiros de Palmares do Sul, Capivari do Sul, Osório, Cidreira e Balneário Pinhal, Lívia Carvalho, ressalta:

“O arroz e seus derivados são fontes de proteínas, que reduzem o risco de diabetes e doenças cardíacas, fortalecem os ossos por ser rico em manganês, que aumenta a absorção do cálcio, ajuda a controlar o colesterol, é hipoalergênico, de fácil digestão e alto índice de saciedade, além de não conter glúten.” (sic)

Lívia Carvalho assinala ainda que “a farinha de arroz é uma opção para a alimentação mais saudável, derivada de matéria-prima de alta qualidade produzida no estado do Rio Grande do Sul, razão de orgulho dos arrozeiros que produzem obedecendo rigorosas normas ambientais, gerando empregos e renda aos municípios”.

“Embora estes derivados estejam presentes e à disposição dos consumidores nas grandes redes de supermercados, é pequeno o seu consumo e o conhecimento sobre eles”, observa Lívia Carvalho.

Segundo ela, uma variada quantidade de produtos que têm o arroz na sua formulação é usada nas dietas restritivas dos celíacos, alérgicos ao trigo, sensíveis ao glúten ou que buscam diminuir o seu consumo.

Além de apresentar as receitas, o grupo também trabalha pela aprovação, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, do Projeto de Lei 179/2017, do deputado Gabriel Souza, que inclui a farinha de arroz e alimentos sem glúten na merenda escolar do estado.

O RS é o maior produtor de arroz do Brasil, e o Litoral Norte gaúcho é um dos principais polos de cultivo do cereal no estado.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta