AGROemDIA na festa junina da FPA. Com Tereza Cristina e Ricardo Salles

ze tito tereza cristina ricardo salles
Tereza Cristina, Tito Mattos (Zé Tito) e Ricardo Salles – Divulgação

João Carlos Rodrigues/AGROemDIA*

O AGROemDIA procura estar sempre onde o agro está, inclusive nos momentos festivos e descontraídos do setor, aqui em Brasília. Nessa terça-feira 2, por exemplo, enquanto uma parte da equipe acompanhava na Câmara dos Deputados o impacto da apresentação do relatório da reforma da PEC da Previdência sobre o agro, o que se estendeu até perto das 22h, outra foi conferir a festa junina da FPA.

O jornalista Tito Matos, um dos fundadores do AGROemDIA, esteve lá para saber, em off e em on, ainda mais sobre o momento vivido pelo setor. E, entre outras pessoas, conversou com a ministra Tereza Cristina (Agricultura) e com o ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente).

Ainda no embalo da festa, Tito anunciou que no fim do ano passará a contribuir a distância com o AGROemDIA, com eventuais análises sobre a cobertura e sugestões de pauta. Um dos observadores do portal pelos corredores, comissões e gabinetes do Congresso Nacional, Tito disse que resolveu entrar na política em 2020: pretende se candidatar a prefeito de Santa Rita de Cássia, no oeste baiano, sonho que alimenta há anos. Pelo menos desde 1998, ele fala sobre isso.

Como parte da equipe do AGROemDIA já ouviu esse desejo de Tito inúmeras vezes, a pergunta se impôs:

– Agora é pra valer ou é mais uma das vezes em que a candidatura será abandonada antes mesmo de decolar?

– Não, agora é pra valer. Tanto que este até será o meu slogan de campanha: Agora é pra valer, Zé Tito 2020 – respondeu o jornalista, que acompanha o agro há mais de quatro décadas, tendo assessorado os ex-ministros Francisco Turra, Pratini de Moraes, Roberto Rodrigues e Luis Carlos Guedes Pinto, além de ter trabalhando por anos na assessoria de imprensa da Conab.

Oriundo da extinta CFP, Tito também passou pela assessoria de imprensa da FPA, da Comissão de Agricultura da Câmara Federal e por gabinetes de parlamentares do setor, como os deputados Moacir Micheletto (PR), morto num acidente de carro, Zé Silva (MG) e Sergio Souza (PR).

– E o AGRO…? – antes que completássemos a palavra, o baiano de Santa Rita se apressou:

– Vai estar com muita força na minha plataforma de campanha. Santa Rita de Cássia precisa apostar no associativismo rural, na pequena agroindústria…

– Não, e o AGROemDIA,como fica? O portal recém vai completar dois anos. Como você pretende abandonar um menor no meio da selva do jornalismo? Cuidado com as penas previstas no ECA, o Estatuto da Criança e do Adolescente.

– O AGROemDIA chegou à internet há dois dois anos,  mas já existia bem antes. Era uma ideia robusta – fez questão de esclarecer, elevando a voz via WhatsApp.

–  A ideia – prosseguiu Zé Tito – nasceu há mais de 10 anos, naquele almoço em uma galeteria do Lago Sul em que um dos mais atuantes executivos do agro nos sugeriu que criássemos o site. Estás lembrado? Foi ali o nascimento do portal, que vai seguir mesmo comigo a distância. Não me venha com o ECA, porque eu sou da roça, mas não sou trouxa. Aliás, até hoje esse executivo cobra a nossa demora. Até parece a negociação das exportações de manga brasileira para o Japão, que levou 32 anos para ser concluída.

–  E a festa, os balões, os fogos, a pipoca, o curau, o quentão, as novidades da política do agro, do meio ambiente? – tentamos saber.

– Vou enviar aos poucos pra não sobrecarregar a equipe. Anote aí: ao ver a ministra Tereza Cristinas num animado papo com o ministro Ricardo Salles, o presidente da FPA, o deputado gaúcho Alceu Moreira, disse que o diálogo entre os dois era a maior demonstração de que a produção e a preservação não são excludentes.

– Nada, nadinha sobre a ministra Tereza Cristina, o Mapa, os projetos, as articulações?

– Olha, ela topa dar uma entrevista ao AGROemDIA. É bom se preparem. Por enquanto, é isso.

A novidade, então é esta: Tito Mattos, ou Zé Tito, pretende concorrer à prefeitura de Santa Rita de Cássia, em 2020.

Só espero que ele não nos cobre por ter deixado o lead (o principal da notícia) no fim do texto.

Se houver cobrança, já adiantamos a resposta:

– Zé Tito, isto não é um texto jornalístico. Esqueça o jornalismo, a pirâmide invertida, a hierarquização da notícia, a concisão, a clareza, a precisão da informação, o respeito à verdade factual, ainda mais agora que estás com outros planos. Lembras das notas técnicas? Então,  como se fosse uma nota técnica, este texto, assim como as dissertações do ginásio e do secundário, traz a conclusão – a notícia propriamente – no fim: Agora é pra valer, Tito Matos 2020. Aguarde, Santa Rita.

Sucesso, Zé Tito, ou Tito Matos da agricultura.

*Colega e amigo de Tito Mattos desde 1998. Foi ele quem me guiou pelos caminhos do agrojornalismo e do setor agropecuário que percorri deste então.

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta