Aprosoja Brasil rejeita taxação sobre o agro e defende solução para o Funrural

logo aprosoja 13 6 19

A Associação Brasileira de Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) é contrária a qualquer tipo de oneração do agronegócio decorrente da reforma da Previdência. Em nota divulgada nesta quinta-feira (4), a entidade defende que seja retirada do relatório da PEC da Previdência a medida que inviabiliza a remissão do chamado passivo do Funrural, além dos demais dispositivos que propõem a taxação sobre as exportações agrícolas.

Abaixo, a nota da Aprosoja Brasil:

“A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), representando as 16 associadas estaduais, manifesta contrariedade com qualquer tipo de oneração sobre o agronegócio. Neste sentido, a Aprosoja Brasil defende a necessidade de retirada do texto da Reforma da Previdência a vedação à remissão do passivo do Funrural, assim como demais dispositivos que venham a onerar as exportações brasileiras.

A entidade apoia a aprovação da Reforma da Previdência para permitir que o país possa corrigir graves distorções que inviabilizam a retomada de investimentos para o incremento de emprego e renda para os brasileiros.

No entanto, a Aprosoja Brasil é contrária à tentativa de impedir que os produtores de soja e as demais entidades representativas do setor produtivo, junto com a Frente Parlamentar da Agropecuária, busquem soluções para o passivo do Funrural, um problema real e que precisa ser resolvido.

É importante que se retire do texto essa vedação para permitir que haja equilíbrio econômico para os nossos produtores, que já são atingidos pelos mais elevados custos de produção da história e por excesso de tributos nas esferas municipal, estadual e federal.

A produção de alimentos, principalmente a cadeia de grãos e carnes, é o motor de nossa economia. Tributar os setores responsáveis por este desempenho, reduzindo sua competitividade, é condenar o país à recessão e muitos brasileiros ao desemprego.”

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta