Startups agrícolas serão premiadas pelo Senado

montagem senadora soraya e senador jayme campos
Senadores Soraya Thronicke e Jayme Campos – Fotomontagem: AGROemDIA – Fotos: Roque de Sá e Jeferson Rudy/Agência Senado

A Comissão de Agricultura (CRA) aprovou a criação da Medalha Inovação no Campo (PRS 67/2019), a ser concedida anualmente a três projetos tecnológicos e inovadores que visem ao desenvolvimento da agricultura e da pecuária.

A análise da criação do prêmio segue agora à Comissão Diretora do Senado. A presidente da CRA, Soraya Thronicke (PSL-MS), elogiou o autor da ideia, senador Jayme Campos (DEM-MT), pela iniciativa, por entender que está sintonizada com o momento atual do agronegócio.

“Empresas nascentes de alto potencial inovador, geralmente de base tecnológica, estão invadindo o campo, trazendo soluções novas, digitais. Jovens empreendedores, detentores de boas ideias, usam tecnologia, Big Data, Internet das Coisas e até o conceito de economia compartilhada para revolucionar a maneira como o produtor cuida da lavoura e do seu negócio”, destacou Soraya, após a aprovação do Projeto de Resolução do Senado 67/2019, nessa quarta-feira (4).

Agro tecnológico

Soraya ainda citou um levantamento recente da Comissão Brasileira de Agricultura de Precisão (CBAP), que aponta que cerca de 70% das propriedades agrícolas já dispõem de inovações tecnológicas em seus processos produtivos, um índice que sobe a cada ano. Por isso, a presidente da CRA entende que a inovação deve ser estimulada e utilizada como um recurso estratégico, possibilitando que culturas inovadoras sejam implantadas permanentemente.

Com base em dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), Jayme Campos afirmou que já existem mais de 300 agritechs (como são chamadas as startups no campo) investindo cerca de R$ 100 milhões por ano no incremento produtivo a partir de inovações tecnológicas.

“Estas agritechs, muitas incubadas em universidades, desenvolvem soluções em agricultura de precisão, monitoramento da lavoura e automação de equipamentos. É importante que a Comissão de Agricultura reconheça este Brasil moderno e empreendedor presente no campo”, assinalou Campos.

Superprodução

O vice-presidente da comissão, Luis Carlos Heinze (PP-RS), também elogiou a iniciativa, e lembrou que o crescimento acelerado do agronegócio brasileiro nas últimas décadas é fruto de investimentos em ciência.

“Na década de 1970, éramos importadores de alimentos, e hoje estamos entre os maiores produtores do mundo. Nos últimos 30 anos, a área disponível cresceu 50%, mas a produção aumentou 500% e a produtividade, mais de 300%. Isso foi obra da tecnologia. E a Comissão de Agricultura deve homenagear estas cabeças, que fizeram e continuam a fazer revoluções produtivas no campo. Enquanto na Alemanha ainda tem gente arando terra, aqui nós fazemos o plantio direto”, ressaltou.

Da Agência Senado

 

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: