Preços do boi magro e de bezerros sobem neste ano, diz Cepea

bovinos ilpf gisele rosso embrapa
Foto: Giselo Rosso/Embrapa

A restrição na oferta e a demanda aquecida têm elevado os preços do bezerro e do boi magro neste ano. Segundo pesquisadores do Cepea, a menor disponibilidade de reposição pode estar atrelada ao crescente volume de fêmeas (novilhas e vacas) abatidas no país nos últimos trimestres.

Do lado da demanda, o bom desempenho das exportações mantém aquecida a procura por boi gordo para abate, o que, consequentemente, aumenta o ritmo de aquisição de novos lotes de reposição.

De acordo com dados do Cepea, no estado de São Paulo, o boi magro tem sido negociado em setembro por volta de R$ 2.100,00/cabeça, o que representa valorização de 11,3% frente à média de janeiro deste ano, em termos reais – valores foram deflacionados pelo IGP-DI de agosto/19.

Para o bezerro, a cotação média de setembro, também no estado de São Paulo, está próxima de R$ 1.400,00, alta real de 3,9% em relação à verificada em janeiro.

Do Cepea

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: