Boi gordo e da carne têm preços elevados em outubro, diz Cepea

boi gordo fabiano bastos embrapa
Foto: Fabiano Bastos/Embrapa

A média do Indicador do boi gordo ESALQ/B3 na parcial de outubro (até o dia 16), de R$ 160,94, é a maior da série do Cepea, em termos nominais. Já em termos reais, trata-se do patamar mais elevado desde fevereiro de 2018.

Nessa quarta-feira, 16, o Indicador fechou a R$ 161,40, ligeira queda de 0,5% no acumulado parcial do mês. Para a carne negociada no atacado, a elevação acumulada na parcial deste mês é de 4,8%, com a carcaça casada do boi negociada, à vista, a R$ 11,39/kg nessa quarta.

A média mensal da carcaça casada em outubro, de R$ 11,02/kg, é a maior, em termos nominais, da série do Cepea. Já em termos reais, é a mais elevada desde janeiro de 2018.

Esse cenário é reflexo da baixa oferta de animais prontos para o abate, que segue sustentando os valores da arroba do boi gordo e, consequentemente, da carne no atacado.

Além disso, segundo pesquisadores do Cepea, a demanda internacional pela carne bovina brasileira continua bastante aquecida, principalmente por parte da China.

Do Cepea

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: