Safra brasileira de soja deve aumentar 7,4% e chegar a 123,5 milhões de t

soja colheita 2 elio rizzo
Foto: Elio Rizzo/AGROemDIA

Da Reuters

A produção de soja do Brasil deve atingir 123,5 milhões de toneladas na temporada 2019/20, um avanço de 7,4% na comparação com o ciclo passado, estimou a consultoria Arc Mercosul, que elevou a projeção em cerca de 2 milhões de toneladas em relação à estimativa anterior, de agosto.

Segundo a Arc, a área plantada com a oleaginosa no país aumentará em 3,2% na atual temporada, para 37,03 milhões de hectares, enquanto a produtividade tende a alcançar 3,335 toneladas por hectare —avanço de 4% ante 2018/19.

Já a produção de milho do país em 2019/20 deve chegar a 102,53 milhões de toneladas, crescimento de 2,5% em relação a 2018/19, apontou a consultoria.

“(É) uma elevação de quase 6 milhões de toneladas em relação ao nosso levantamento de agosto de 2019, quando a falta de chuvas preocupava a qualidade do plantio para a safra de verão no Brasil”, disse a Arc em nota.

A empresa prevê um plantio de 18,27 milhões de hectares de milho no país nesta temporada, avanço de 4,4% versus 2018/19, embora estime uma produtividade levemente menor (-1,8%), de 5,6 toneladas por hectare.

 

AGROemDIA

O AGROemDIA é um site especializado no agrojornalismo, produzido por jornalistas com anos de experiência na cobertura do agro. Seu foco é a agropecuária, a agroindústria, a agricultura urbana, a agroecologia, a agricultura orgânica, a assistência técnica e a extensão rural, o cooperativismo, o meio ambiente, a pesquisa e a inovação tecnológica, o comércio exterior e as políticas públicas voltadas ao setor. O AGROemDIA é produzido em Brasília. E-mail: contato@agroemdia.com.br - (61) 99244.6832

Um comentário em “Safra brasileira de soja deve aumentar 7,4% e chegar a 123,5 milhões de t

  • 6 de janeiro de 2020 em 08:29
    Permalink

    Estas consultorias é de dar risada, sempre influenciando mercado, porem estamos cada vez mais de olhos abertos !!!!!

    Certo de que haverá uma redução na produtividade no Nordeste e no sul do país.

    Já já perdas concretas por motivo do clima .

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: